Justiça desobriga empresas de divulgar relatório sobre igualdade salarial

A pedido da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), um desembargador da Justiça Federal de Minas Gerais concedeu, na última sexta-feira (22), uma liminar desobrigando as empresas a divulgarem o relatório semestral de transparência e igualdade salarial, conforme determina a Lei 14.611/2023, conhecida como Lei da Igualdade Salarial.

De acordo com a lei, as empresas devem divulgar o relatório disponibilizado pelo Ministério do Trabalho até domingo, 31 de março.

Relacionada: Mulheres ganham 19,4% menos que homens, mostra 1º Relatório de Transparência Salarial

O documento passou a ser exigido para empresas que tenham 100 ou mais funcionários com carteira assinada em julho do ano passado, quando a lei que estabelece igualdade salarial entre homens e mulheres foi sancionada pelo presidente Lula (PT). O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) vinha coletando as informações para divulgar um ranking das empresas que estavam mais de acordo com a nova regra.

A decisão é do desembargador federal Lincoln Rodrigues de Faria, da 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 6ª Região.

Na prática, a decisão beneficia empresários que relutam em garantir às mulheres os mesmos salários pagos aos homens em suas empresas e garante que os descumpridores da nova legislação não sejam identificados e, posteriormente, penalizados. Vale lembrar que a nova lei determina que a empresa que não cumprir com a obrigação poderá sofrer multa de até 3% da folha de salários, limitada a 100 salários mínimos.

A Lei nº 14.611/2023 exige transparência na remuneração de profissionais com cargos equivalentes. O decreto nº 11.795, publicado em novembro do mesmo ano, regulamenta a forma da transmissão de dados, exigindo um relatório semestral e planos de ação para amenizar a desigualdade salarial.

Nesta terça-feira (26), o Sindpd promove o seminário “Desafios para a Inclusão Feminina no Setor de TI”, que debaterá, entre outro pontos, justamente a aplicação da Lei de Igualdade Salarial no país.

Saiba mais: Sindpd-SP promove seminário sobre os desafios das mulheres no setor de TI; inscreva-se

Com informações de Correio Braziliense

Compartilhe:

Leia mais
mpt recomendação contadores contribuição sindicatos
Contador não pode incentivar oposição à contribuição sindical, orienta MPT
CSB no Forum Interconselhos 2024
Governo retoma Fórum Interconselhos com G20 Social e Plano Clima em foco; CSB participa
reuniões centrais sindicais 16 e 18 julho
Centrais realizam reuniões por região nos dias 16 e 18 de julho sobre agenda legislativa; participe
reunião CNT 10-7-24
CNT discute ação coordenada diante de transformações no mercado de trabalho
Ernesto e Álvaro CSN reunião Consea
CSB indicará nome para substituir Lino de Macedo no Conselho de Segurança Alimentar
protesto servidores Ipsemg 9-7-24
Em meio a protestos dos servidores, projeto sobre Ipsemg tem votação adiada
ministro do trabalho luiz marinho saqui aniversário fgts
Ministro do Trabalho quer fim do bloqueio do FGTS para quem optou por saque-aniversário
regra-nas-relacoes-de-trabalho-clemente-ganz-lucio
Clemente Ganz: Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo
Projeto de lei motoristas em apps
Centrais sindicais criticam alterações em projeto de motoristas em apps
Protesto servidores Ipsemg
Sindicato dos Servidores do Ipsemg convoca para protesto contra projeto sobre o Instituto