CSB realiza mais uma etapa do curso de negociação coletiva em Garanhuns

Parceria da CSB, FESIASPE e Dieese ampliou os conhecimentos técnicos dos dirigentes dos servidores públicos em todo o estado de Pernambuco

Entre os dias 19 e 21 de agosto, a CSB e a Federação dos Sindicatos e Associações de Servidores Públicos em Pernambuco (FESIASPE) promoveram o curso “Estrutura e Processo de Negociação Coletiva” para dirigentes sindicais da categoria. A iniciativa é uma parceria com o Dieese e teve o apoio do Sindicato dos Servidores Públicos de Garanhuns (Sinsemug).

Conceito e o processo de negociação coletiva, palestras sobre o comportamento e a argumentação da negociação, aspectos teóricos e práticos, além do planejamento de campanha, fizeram parte do cronograma de atividades.

Para Amaro de Mello Vasconcelos (Marinho), presidente da FESIASPE, os três dias de curso serviram para alicerçar a luta dos dirigentes do estado. “Foi algo novo para nós, um divisor de águas. Agora estamos preparados para negociar com os gestores os direitos que nos são devidos”, explica.

A vice-presidente da CSB, Maria das Mercês, disse que o curso trouxe novos instrumentos para os sindicalistas. “Todos se mostraram muito entusiasmados em serem contemplados com as aulas, porque muitas centrais trabalham apenas com a iniciativa privada, e a CSB teve essa atitude de mostrar como é feita uma negociação coletiva no serviço público”, argumenta.

Negociação coletiva, CSB, GaranhunsMercês explica que o diferencial do curso está no dinamismo proporcionado pelos técnicos do Dieese. “Houve simulações da negociação na vida real, como se estivéssemos na mesa de debates com os gestores. Isso é imbatível”, elogiou a vice-presidente afirmando que lutará junto com a CSB no Congresso Nacional pela regulamentação da Convenção 151, da OIT, que prevê a negociação coletiva para os servidores públicos.

Jorge Antonio Nascimento, presidente da Federação dos Servidores Públicos Municipais do Estado do Espírito Santo (Fespume-ES), afirma que continua recebendo os agradecimentos dos participantes do curso, e isso simboliza o reconhecimento do trabalho sólido da CSB pelo Brasil.

“A Central é uma entidade ampla, que atende de maneira igual todas as categorias da sua base. E quando você prepara um curso voltado para uma determinada categoria, isso representa o cuidado da diretoria com todos os trabalhadores”, conclui.

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"