Presidente do MAST representa CSB na Conferência Nacional de Segurança Alimentar

De 11 a 14 de dezembro, a CSB participou da 6ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, organizada pela Secretaria-Geral da Presidência da República para debater propostas de combate à fome.

O evento fez parte do calendário definido pelo Conselho Nacional de Segurança Alimentar (Consea), do qual a CSB faz parte representada por Lino de Macedo, presidente do Movimento dos Agricultores Sem Terra (MAST), que também esteve na conferência.

O Consea havia sido desativado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro no início de seu governo e foi reinstaurado por decreto assinado pelo presidente Lula em 28 de fevereiro.

Com o lema “Erradicar a fome e garantir direitos com comida de verdade, democracia e equidade”, a conferência buscou fortalecer a participação social e o engajamento do governo federal na produção de alimentos sustentáveis como instrumento motivador para sanar o desafio da superação da fome no Brasil e garantir o acesso à comida de verdade, com qualidade e de forma inclusiva e saudável.

No primeiro dia do evento, o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, ressaltou a desestruturação das políticas públicas e o aumento da pobreza e da fome nos últimos anos.

“Não queremos um alimento qualquer, mas comida de verdade, saudável, e com democracia e equidade. O compromisso do nosso governo é que a gente cuide de quem passa fome e também abra oportunidades para, cada vez mais, reduzir a pobreza”, afirmou.

O ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, disse que a participação de organizações, cooperativas e associações é fundamental para dar condições de produção, consumo e respeito às diferenças pela população.

“Temos que promover a agricultura familiar porque ela tem um sistema alimentar tradicional de diversas complexidades brasileiras e, por isso, precisamos promover a diversidade”, explicou.

Durante a conferência, foram discutidas estratégias para promover a produção e o acesso a alimentos regionais, respeitando as particularidades de cada localidade e valorizando a cultura alimentar local.

O objetivo foi mobilizar diversos setores para debater diferentes práticas, avaliar e propor políticas públicas e programas para a construção do 3º Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.

Com informações de Ministério do Desenvolvimento Social

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)