Centrais sindicais se reúnem em Brasília e adiam votação da MP-905

Na noite do último dia 10 de março, representantes das principais centrais sindicais se reuniram com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre. O motivo do encontro foi a Medida Provisória 905, que institui a Carteira Verde e Amarela; as entidades trabalhistas foram solicitar o adiamento da votação que implementa o projeto.

A reunião atingiu os objetivos e a votação foi deixada para o próximo dia 17 de março, terça-feira.

Além do adiamento, as centrais também pediram uma reunião junto com o relator da MP-905/2019, o deputado Christino Aureo (PP-RJ). O encontro visa a retirada daqueles pontos da medida provisória que são mais prejudiciais aos trabalhadores brasileiros. Ernesto Luiz Pereira falou sobre tais pontos. “A Carteira Verde e Amarela tem uma série de problemas como taxar o seguro desemprego, liberar trabalho aos domingos e alterar a alíquota do INSS”.

Ernesto ainda acrescentou que a MP-905 pode ser vista como uma manobra para implementar uma nova reforma trabalhista, em razão dos diversos pontos que tornam precárias as relações de trabalho no Brasil.

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"