Central dos Sindicatos Brasileiros

Sindicato de Juiz de Fora volta à Câmara para pedir atenção a Empresa Municipal

Sindicato de Juiz de Fora volta à Câmara para pedir atenção a Empresa Municipal

Na Tribuna Livre realizada nesta segunda-feira (27), na Câmara, a direção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juiz de Fora (Sinserpu-JF), defendeu atenção à Empresa de Municipal de Pavimentação e Urbanização (Empav) com relação aos empréstimos que a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) busca junto à Caixa Econômica Federal.

Os vereadores analisaram a proposta da Administração que garante a transferência de R$ 90 milhões a serem pagos com juros nos anos posteriores.

O presidente do Sindicato, Amarildo Romanazzi, voltou a denunciar o sucateamento da Empav e o seu endividamento em tempo recorde. Em seis anos, a dívida da empresa chegou a R$ 25 milhões. Em sua fala, o presidente do Sinserpu-JF manifestou preocupação com o empréstimo de recursos pelo Executivo.

“Quem garante que esse dinheiro será empregado na Administração com a clareza necessária. Por exemplo, nós temos a questão da Empav, que até 2012 tinha suas contas sanadas. Em seis anos, ela passou a ficar deficitária e me parece que se deve à má gestão. A nossa preocupação é se esse dinheiro será aplicado em obras públicas. Se hoje o município sem empréstimo deu zero por cento de reajuste salarial para a categoria, uma vez que os 3,75 do IPCA serão pagos em 2020, quem nos garante que não teremos dificuldades ainda maiores por conta desse empréstimo? ”, disse Amarildo em plenário.

O vice-presidente do Sindicato, Francisco Carlos da Silva (Chiquinho), pediu que a Câmara fiscalize a utilização dos recursos do empréstimo, caso sejam alcançados e que eles sejam usados para obras que garantam melhorias à cidade.

Fonte: Feserp-MG

Be Sociable, Share!