novo-reajuste-salario-minimo-2023-luiz-marinho

Salário mínimo deve ter novo reajuste este ano, confirma ministro Luiz Marinho

O ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, afirmou que o salário mínimo deve passar por novo aumento ainda este ano. O último reajuste do piso nacional passou a valer no dia 1º de janeiro, conforme determinado pelo orçamento aprovado em 2022, no valor de R$.1302. 

“Nós estamos discutindo a busca de espaço fiscal para mudar o valor do salário mínimo ainda este ano. Se houver espaço fiscal, nós haveremos de anunciar uma mudança para 1º de maio”, afirmou o ministro em entrevista à TV Brasil.

Além do novo reajuste, a retomada da Política de Valorização do Salário Mínimo também é uma das prioridades da pasta. De acordo com o ministro, a política mostrou bons resultados nos governos anteriores de Lula, quando Marinho foi ministro do Trabalho, entre 2005 e 2007.

“Nós conseguimos mostrar que era possível controlar a inflação, gerar empregos e crescer a renda, crescer a massa salarial dos trabalhadores do Brasil inteiro, impulsionado pela Política de Valorização do Salário Mínimo, que consistia em, além da inflação, garantir o crescimento real da economia para dar sustentabilidade, para dar previsibilidade”, explicou. 

Segundo o ministro, se a política de valorização adotada durante os governos petistas não tivesse sido interrompida, o salário mínimo estaria seria de R$ 1.396 hoje. “Portanto, foi uma política que deu muito certo”, afirmou. 

Relações de trabalho 

O ministro falou também de suas expectativas para esta gestão. Para ele, a reparação das relações trabalhistas será uma das prioridades. “Passamos por um governo que trabalhou um processo de desmonte das relações de trabalho. Então o contrato coletivo, negociações trabalhistas, tudo isso foi atacado de forma feroz, a legislação trabalhista, a proteção ao trabalho, tudo isso foi atacado. Nós precisamos enfrentar esse dilema, para que nós possamos de novo retomar o processo de negociação, de valorizar o valor do trabalho em si, a massa salarial, geração de emprego e renda”, afirmou. 

Para geração de empregos, Marinho contou que o plano do governo é retomar obras públicas paradas. Segundo ele, são cerca de 14 mil nesta situação. “Obra é emprego na veia”, explicou. “Tenho certeza de que isso vai dar um grande impacto na retomada do crescimento da economia.” 

Novas formas de trabalho 

Os trabalhadores em aplicativos foram um dos focos da campanha de Lula à presidência e, agora, as formas de garantir-lhes direitos são um dos assuntos em discussão na pasta do Trabalho. “É preciso que seja introduzido nas negociações coletivas, se não nós podemos ter muita gente desprotegida no mercado de trabalho”, disse Marinho 

Diretamente relacionado ao tema, o ministro falou sobre a precarização do mercado de trabalho  nos últimos anos.  

“Ocorreu em escala gigantesca. A minha preocupação é com os trabalhadores e trabalhadoras, são eles que nós queremos proteger, porque as empresas estão é explorando demais essa mão de obra”, afirmou.  

“O que não é possível é a desproteção. Hoje existem milhares e milhões de trabalhadores, no mundo inteiro, não só na realidade do Brasil, trabalhando absolutamente sem nenhuma proteção social”, acrescentou. 

Leia mais sobre o tema:

Salário Mínimo: haverá reajuste em Maio de 2023? 

O salário mínimo é um dos principais indicadores da economia de um país e tem um impacto direto na vida dos trabalhadores brasileiros. Em maio de 2023, o salário mínimo deve um novo reajuste, que deve ser anunciado pelo governo em breve. A expectativa é de que o novo salário mínimo seja de R$ 1.320. 

Por que o reajuste do salário mínimo é importante? 

O reajuste do salário mínimo é importante porque afeta diretamente a vida dos trabalhadores. Além disso, o reajuste também pode influenciar outros setores da economia, como o mercado imobiliário, o comércio e o turismo. 

Como o reajuste do salário mínimo é feito? 

O reajuste do salário mínimo é feito com base em uma série de fatores, incluindo a inflação, a situação econômica do país e a necessidade de manter o poder aquisitivo dos trabalhadores. 

Como o reajuste do salário mínimo afetará a economia? 

O reajuste do salário mínimo pode ter um impacto positivo na economia, pois aumenta o poder aquisitivo dos trabalhadores e estimula o consumo. Além disso, o reajuste também pode aumentar a demanda por bens e serviços, o que pode ajudar a estimular o crescimento econômico. 

Com informações de: Agência Brasil

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra