mpt-denuncia-ibm-por-discriminar-trabalhadores-de-mg

MPT aciona IBM por discriminar trabalhadores de MG após denúncia do Sindpd-SP

O Ministério Público do Trabalho (MPT) entrou com uma Ação Civil Pública (ACP) contra a IBM nesta terça-feira (30), sob a acusação de que a empresa discriminou trabalhadores que moram em Minas Gerais em processo seletivo.

A ação quer impedir a IBM de praticar ”atos de discriminação a trabalhadores em razão de origem”. O MPT argumenta que empresa de tecnologia da informação apresentou restrições explícitas a candidatos que residissem em Minas Gerais em uma seleção em setembro de 2023.

No formulário de candidatura à vaga ofertada, os trabalhadores tinham que confirmar que não residiam em MG. Ainda que fosse trabalhar em posição remota, a multinacional alegou não contrataria moradores de Minas por ”razões institucionais”.

Denúncia do Sindpd e da Feittinf

Na época, o Sindpd-SP, em conjunto com a Federação Interestadual dos Trabalhadores em Tecnologia da Informação (Feittinf), apresentou denúncia ao MPT sobre o caso (Leia documento aqui). Além disso, existem outras ações em curso, nas quais as entidades solicitam que a empresa seja enquadrada como empresa de TI em outras praças além de Minas Gerais.

Relembre o caso: IBM discrimina mineiros em anúncio de vaga e causa revolta nas redes

Em resposta à denúncia, o MPT enviou um ofício ao Sindpd, que então forneceu provas contra a IBM, entre elas, o relatório de captura de conteúdo digital que registrou o formulário disponibilizado pela empresa para a inscrição no processo seletivo, a própria denúncia do sindicato, pontuando que a empresa excluiu “expressamente candidatos a trabalho que morem em Minas Gerais, ainda que estivessem em posição remota”.

O Sindpd denunciou que a exclusão dos mineiros ocorreu porque o sindicato de T.I. em MG venceu uma ação de enquadramento sindical na Justiça, uma vez que a empresa “alega ser do comércio e não uma empresa de tecnologia, para evitar conceder a carga horária correta de 40 horas semanais e outros benefícios da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT)”.

A ação pede o pagamento de multa entre R$ 50 mil a R$ 100 mil por obrigação descumprida, a ser revertido para projetos, órgãos públicos ou entidades beneficentes. Além disso, o órgão pede uma indenização por dano moral coletivo de R$ 20 milhões.

Esclarecimento público

Na ação, o Ministério Público do Trabalho também pede que a IBM faça um esclarecimento público, divulgando nas mídias, pelo menos quatro vezes, o compromisso de que não fará nenhum tipo de discriminação de trabalhador por motivo de residência ou origem.

O processo foi instaurado porque, na época, a multinacional chegou a ser chamada para um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), para corrigir de forma espontânea suas diretrizes, mas não aceitou.

A empresa disse em nota que se defenderá das alegações. “A IBM continua contratando ativamente em todo o Brasil, inclusive em Minas Gerais”, afirma o texto.

“Se a empresa pode fazer escolhas na admissão de pessoal, não pode, todavia, pautar essas escolhas em discriminações desarrazoadas e odiosas, como é o caso presente, em que o trabalhador, se residente no Estado de Minas Gerais, não poderia ser contratado”, aponta Max Emiliano da Silva Sena, procurador do Trabalho

Compartilhe:

Leia mais
Anea denuncia Ifood Nicolas Souza
Aliança de Entregadores apresenta denúncia contra Ifood por violação de direitos humanos
rodoviários pelotas assembleia expresso embaixador
Rodoviários de Pelotas: funcionários da Expresso Embaixador discutem flexibilização da CCT
Sindplay Sindpd Sindimais
Projeto de qualificação profissional do Sindpd-SP é finalista do prêmio SindiMais; confira
agenda jurídica das centrais sindicais no stf 2024
Centrais lançam guia de ações relevantes para os trabalhadores em tramitação no STF
Pauta da Classe Trabalhadora 2024
Centrais atualizam Pauta da Classe Trabalhadora e estabelecem prioridades para próximos anos
enchente porto alegre propostas centrais
Centrais elaboram propostas para enfrentar crise no RS e de prevenção a futuras catástrofes
manifestação 22 de maio Brasília
Sindicatos de todo o país vão a Brasília para ato em defesa da Pauta da Classe Trabalhadora
CSB no Grito da Terra 2024
Mais de 10 mil agricultores familiares participam do 24ª Grito da Terra em Brasília
Greve metalurgicos renault
Centrais sindicais dão apoio à greve dos metalúrgicos da Renault no Brasil
Campanha CSB-RS doações locais isolados
CSB-RS faz campanha para atender locais isolados atingidos pelas enchentes