antonio-albuquer_lourenco-prado_bandeira_luiz-sergio1

Luiz Sérgio participa de evento em defesa da CLT

Central defende unicidade sindical e contribuição compulsória 

A Central Sindical de Profissionais (CSP) esteve presente na audiência pública em defesa da CLT, realizada no dia 16 de março, no Rio de Janeiro. A reunião foi organizada pelo Fórum Sindical dos Trabalhadores (FST) e contou com a participação de federações, confederações e sindicatos de trabalhadores do estado Rio de Janeiro, aposentados e pensionistas.

O evento faz parte dos movimentos que integram a “Campanha Nacional em Defesa da CLT, dos Direitos Trabalhistas, Sociais e Previdenciários”, lançada oficialmente em agosto do ano passado no Congresso Nacional, em ato solene. O projeto prevê a criação de código de trabalho, fim das práticas antissindicais, redução da jornada de trabalho, manutenção da contribuição compulsória, estabilidade para dirigentes sindicais e para membros da CIPA, fim do fator previdenciário, reforma política e tributária e segurança no trabalho.

De acordo com o 1º vice-presidente da CSP, Luiz Sérgio, o evento é de extrema importância porque sintetiza as prioridades da CSP. “Fiz questão de reforçar duas das principais bandeiras da central: a unicidade sindical e a manutenção da contribuição compulsória”, disse. A audiência recebeu mais de 100 dirigentes sindicalistas.

A programação da audiência iniciou com uma homenagem ao Jurista e ex-ministro Dr. Arnaldo Lopes Sussekind – único remanescente da comissão que redigiu o projeto que se transformou na CLT original. O orador escolhido para discursar sobre a vida do Jurista foi o Desembargador Federal do Trabalho – 1ª. Região, Alexandre Agra Monte. Em nome do Movimento Sindical (centrais, confederações e dos trabalhadores), falou o Presidente da Contec – Lourenço Ferreira Prado.

O Senador Paulo Paim PT/RS, convidado de honra do evento, proferiu palestra sobre “As Ameaças aos Trabalhadores no Congresso Nacional e, o que esperar do Legislativo para os Trabalhadores (as)”.

O evento contou com a presença de várias lideranças sindicais nacionais e regionais, centrais sindicais, confederações, magistrados e membros do Ministério Público e do Ministério do Trabalho, entre as quais:

José Augusto da Silva Filho – Coordenador Nacional do FST

Senador Paulo Paim PT/RS,

Maria de Lourdes D’Arrochella de Lima Sallaberry – Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª. Região

Teresa Balestero – Procuradora Chefe da Procuradoria Regional do Trabalho da 1ª. Região.

Cléber Paiva – Presidente da Federação dos Comerciários do Estado do Rio de Janeiro

Alexandre Agra Monte – Desembargador Federal do Trabalho – 1ª. Região

Maria Cristina R. Menezes – Superintendente de Saúde e Segurança do Trabalho do Estado do Rio de Janeiro

Áurea Regina de Souza Sampaio – Juíza do Trabalho e Presidente da AMATRA-1 – Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 1ª. Região

Lourenço Ferreira Prado – Coordenador do FST e Presidente da Contec

André Luís dos Santos – Jornalista do DIAP e Assessor Político e Parlamentar do FST.

Fonte: Assessoria CSP

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra