Fafer-MG e FAFER-BA, entidades representantes dos agricultores familiares, filiam-se à CSB

Federações uniram  forças com a Central pela ampliação das lutas da categoria

A Federação dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais da Bahia (FAFER – BA) e a Federação dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais de Minas Gerias (Fafer-MG) filiaram-se à CSB. O ato de filiação aconteceu em São Paulo, em uma reunião entre os presidentes das federações, Lucas Laudanio (FAFER – BA) e Gedir Santos (Fafer-MG), e o presidente da CSB, Antonio Neto.

De acordo com Lucas Laudanio, o fator que levou à filiação é o compromisso da CSB de praticar um novo sindicalismo, comprometido com os trabalhadores. “A Central tem uma proposta inovadora e a possibilidade de espaço e voz ativa para a categoria. A CSB tem o comprometimento de fortalecer e lutar pelos agricultores familiares. Queremos construir uma central forte, porque, assim, também seremos fortes. Queremos fazer parte da história dessa central”, afirmou.

Os princípios da CSB foram o que motivaram a filiação da Fafer-MG. “Nós temos uma longa história no movimento sindical. As outras centrais demonstraram não se importar com a causa da agricultura familiar.Ficamos um pouco descrentes com ações e representatividade dos trabalhadores rurais. E a CSB demonstrou comungar dos mesmos princípios  e objetivos que nós. Temos a expectativa de que nossa representatividade seja bem mais forte e que a CSB atue pela nossas causas”, avaliou Gerdi Santos.

Segundo o presidente da CSB, para o movimento sindical, a agricultura familiar é a melhor forma de promover a inclusão e o desenvolvimento com sustentabilidade do campo, garantindo produção de alimentos com qualidade e em quantidade para atendimento à demanda da população. “Por isso, a nossa Central irá atuar fortemente na elaboração, negociação e difusão de políticas púbicas e programas destinados à agricultura familiar”, declarou Antonio Neto.

Agricultura familiar

A agricultura familiar é uma forma de produção onde predomina a interação entre gestão e trabalho; são os agricultores da mesma família que dirigem o processo produtivo, dando ênfase na diversificação e utilizando, essencialmente, o trabalho dos membros da família, eventualmente complementado pelo trabalho assalariado.

Esse tipo de cultivo é responsável por garantir alimentos saudáveis e de qualidade na mesa de brasileiras e brasileiros, tanto que 70% da produção de alimentos consumidos provêm deste setor  – de acordo com dados Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG) . “É por isso que a agricultura familiar é reconhecida como fundamental para promoção do desenvolvimento local com sustentabilidade econômica, social e cultural. Gera postos de trabalho em número bem maior que a agricultura empresarial, se preocupa com a sustentabilidade socioeconômica e ambiental, e preserva as tradições e os costumes locais”, explica Laudanio, da FAFER – BA.

Os desafios da agricultura familiar para atender à demanda por alimentos saudáveis e em quantidade são muitos, a começar pela renda, explica Santos. “Sem uma renda que garanta vida digna, as famílias continuarão abandonando o meio rural. A insuficiência de investimentos em infraestrutura produtiva, de beneficiamento, armazenamento, transportes e preços remuneradores, bem como o acesso a políticas públicas de cunho social como saúde, educação, previdência e transporte públicos, são fatores decisivos para a permanência das pessoas no campo. É necessário que sejam criadas mais políticas públicas que incentivem a produção familiar”, afirma o presidente da Fafer-MG.

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)