diretoria-strurais-reeleita

Por unanimidade, diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares de Tarrafas (CE) é reeleita

Em mais quatro anos de mandato, direção da entidade lutará pela ampliação das conquistas da categoria na região

Liderado pelo seu presidente José Lino de Oliveira, o Zé Lino, a atual diretoria e o Conselho fiscal do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares de Tarrafas, cidade a 440km de Fortaleza (CE), se reelegeram por unanimidade, em pleito realizado no último domingo (7), na sede do sindicato.

Em um mandato de quatro anos, que começa no próximo dia 15 de janeiro, a diretoria eleita planeja ampliar as melhorias realizadas aos trabalhadores da categoria.

“Queremos melhorar a qualidade do atendimento juntos aos nossos agricultores, tentar buscar parcerias no município e no estado para tentar trazer mais melhorias e procriar a agricultura familiar. Vamos buscar mais apoio na questão da escassez, na questão de poços e cisternas, além de trabalhar junto ao governo as questões da habitação rural, pois tem muito agricultor morando em casas precárias e moradias dos outros”, falou Oliveira, que destacou as conquistas da última gestão.

“Durante este mandado, nós trabalhamos muito a regularização dos agricultores junto ao “Garantia-Safra”, que era uma bagunça e a gente organizou com a secretaria. Trabalhamos também a questão do projeto de cisternas para os agricultores e melhorias na sede para atender melhor nossos agricultores”, completou o presidente reeleito.

Com uma base de 8.500 trabalhadores, ou seja, 85% da população local, Zé Lino ficou surpreso com apoio da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), central a qual a entidade se filiou há pouco tempo.

“O apoio da CSB foi muito bom, a gente nem esperava que eles estivessem aqui conosco, mas estiveram aqui e deram um apoio muito bom, apesar do pouco tempo que a gente faz parte desta central. É muito importante a luta da CSB, por não ter partido político, por lutar pelas causas do trabalhador, e vamos estar juntos sempre”, finalizou.

Presidente da Seccional Ceará da CSB, Francisco Moura acredita que a reeleição no sindicato é mais um reforço na luta da CSB contra a reforma da Previdência.

“Nosso companheiro José Lino foi reeleito para continuar à frente do sindicato, que terá como desafio a luta para barrar a reforma da Previdência e para revogarmos na lei e nas ruas a reforma trabalhista. O sindicato estará firme e forte mobilizado nestas ações com a sociedade, na defesa do Brasil e dos trabalhadores rurais. E para nós, da CSB, é um orgulho e uma satisfação ter em nosso quadro de associados este atuante sindicato, que pode contar com a Central na luta pela Reforma Agrária e na defesa da terra”, disse Moura.

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra