Congresso da CSPB inicia para discutir a realidade dos servidores públicos

Evento irá debater necessidade do Estado Social, negociação coletiva no setor público, direito de greve e custeio

Dirigentes da CSB prestigiaram a cerimônia de abertura do 24º Congresso Nacional da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), realizada na noite desta quarta-feira (29). Com o tema “Do Estado que temos ao Brasil que queremos”, o evento acontece no auditório do Hotel Nacional, em Brasília, e termina nesta sexta-feira (1º).

Para o secretário de Formação Sindical da CSB, presidente da Federação Única Democrática de Sindicatos das Prefeituras, Câmaras Municipais, Empresas Públicas e Autarquias de Minas Gerais (FESERP/MG) e diretor financeiro da CSPB, Cosme Nogueira, a edição deste ano marca um período de transformação para o movimento sindical.

“Acredito que 2018 será um ano de muitos desafios. O movimento sindical vai ter que se reinventar diante das dificuldades. E esse Congresso veio em um momento muito oportuno para a gente fortalecer o debate. A CSB tem muitos sindicatos de servidores públicos, principalmente de servidores municipais, e esses sindicatos estão aqui no evento”, afirmou.

O secretário nacional dos Servidores Públicos da CSB, presidente da Federação dos Servidores Públicos Municipais do Estado do Espírito Santo (FESPUMEES) e representante do presidente da CSB, Antonio Neto, no Simpósio, Jorge Antônio da Silva Nascimento ressaltou a troca de experiências da oportunidade. “A gente está interagindo bastante no Congresso, o pessoal está pegando contatos novos, e a importância de estarmos aqui é que acabamos conhecendo outros presidentes de sindicato, outras federações, angariando mais para a CSB”, frisou.

O diretor de Relações Internacionais da CSPB, Sérgio Arnoud, acredita que o evento será fundamental na criação de um discurso unificado. “Nossa participação no Congresso é importante porque visa influir no plano de lutas, de ação, que nós pretendemos que seja unitário, de todas as organizações sindicais do País contra esse desmonte do Estado Brasileiro e que começa pelo desmonte do serviço público”, analisou.

Greve geral

Em discurso, o senador Paulo Paim (PT-RS) convocou todos os presentes para a greve geral das centrais sindicais. “No dia 5 de dezembro, nós vamos estar todos unidos nessa grande mobilização. Tem que ter greve geral nesse País. Cada um de nós, sindicalistas, tem que cumprir a sua parte, e sei que nós vamos cumprir. Nós perdemos este ano o que construímos ao longo de nossas vidas”, pontuou.

Programação

Durante os três dias e em comissões, os congressistas vão discutir diversos temas, como “A necessidade do Estado Social”, “Negociação Coletiva no Setor Público”, “Direito de Greve no Setor Público”, “Convenção 151 da OIT: Organização e Custeio da Organização Sindical do Setor Público”, além do Plano de Ação.

O seminário deste ano homenageia o sindicalista Hélio de Mello, ex-dirigente da CSPB e ex-presidente do Sindicato Nacional dos Servidores Públicos Civis do Brasil (UNSP).

Compartilhe:

Leia mais
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"
lula critica campos neto
Lula diz que Campos Neto tem lado político e trabalha para prejudicar o país
campos neto presidente bc
Procurador pede investigação sobre influência de bancos na definição dos juros pelo BC
Encontro CSB China
CSB promove encontros com entidades sindicais chinesas em SP e RJ; inscreva-se