Centrais pedem que Lula transfira órgão de combate ao trabalho escravo ao MTE

Combate ao trabalho escravo – As centrais sindicais emitiram nota conjunta na qual pedem que o presidente Lula (PT) transfira a vinculação da Comissão Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo (CONATRAE) para o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Atualmente, o órgão é vinculado ao Ministério dos Direitos Humanos do governo federal. A proposta é encampada pelo Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), que representa os auditores responsáveis por combater a prática ilegal.

Confira a nota abaixo:

As Centrais Sindicais solicitam à vossa Excelência a migração da Comissão Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo – Conatrae para o Ministério do Trabalho e Emprego e apresenta as justificativas que corroboram com essa transferência e não deixam dúvidas da correlação que há entre as principais finalidades e objetivos entre os entes.

Consideramos que a proposta de vinculação da CONATRAE ao Ministério do Trabalho é um reforço importante ao alinhamento com a missão histórica do Ministério em promover e proteger os direitos trabalhistas, ao mesmo tempo em que fortalece as capacidades institucionais necessárias para intensificar o combate ao trabalho escravo no Brasil.

Acrescentamos ainda que essa vinculação ministerial da CONATRAE pode ser definida mediante decreto presidencial, nos termos da alínea “a” do inciso VI do artigo 84 da Constituição Federal, considerando oportunidade e conveniência.

Lembramos que o princípio da especialidade administrativa, do qual decorrem as possibilidades de descentralização e desconcentração, reafirmam a possibilidade material da vinculação da CONATRAE que deve estar restrita ao órgão que tenha maior pertinência temática com a sua finalidade, no caso o Ministério do Trabalho, que mantém a fiscalização do trabalho, que é uma das principais ferramentas para o combate ao trabalho escravo ou forçado.

Além disso, o Ministério do Trabalho e Emprego possui total paridade institucional com as finalidades da CONATRAE, pois foi incumbido das políticas e diretrizes para geração de emprego e renda e de apoio ao trabalhador e a trabalhadora, da modernização do sistema de relações de trabalho e do sistema sindical, da fiscalização do trabalho e aplicação das sanções previstas em normas legais ou coletivas, entre outras atividades que se relacionam diretamente com a erradicação do trabalho escravo.

Pelos motivos expostos e que não foram totalmente exauridos, uma vez que o trabalho escravo decorre de violações de direitos fiscalizados e garantidos pelos Auditores-Fiscais do Trabalho e o combate a esse crime é matéria de específico interessada inspeção do trabalho brasileira, solicitamos seu empenho para que a Conatrae passe a ser vinculada ao Ministério do Trabalho e Emprego.

Cordialmente,

Antonio Neto, Presidente da CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros)

Sergio Nobre, Presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores)

Miguel Torres, Presidente da Força Sindical

Adilson Araújo, Presidente da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil)

Moacyr Roberto Tesch, Presidente da NCST (Nova Central Sindical de Trabalhadores)

José Gozze, Presidente da Pública Central do Servidor

Nilza Almeida, Secretária-geral da Intersindical Central da Classe Trabalhadora

Luiz Carlos Prates, Secretário da Executiva Nacional da CSP-Conlutas

Leia também: Ministro promete concurso este ano de auditor fiscal para ampliar fiscalização trabalhista

Compartilhe:

Leia mais
mpt recomendação contadores contribuição sindicatos
Contador não pode incentivar oposição à contribuição sindical, orienta MPT
CSB no Forum Interconselhos 2024
Governo retoma Fórum Interconselhos com G20 Social e Plano Clima em foco; CSB participa
reuniões centrais sindicais 16 e 18 julho
Centrais realizam reuniões por região nos dias 16 e 18 de julho sobre agenda legislativa; participe
reunião CNT 10-7-24
CNT discute ação coordenada diante de transformações no mercado de trabalho
Ernesto e Álvaro CSN reunião Consea
CSB indicará nome para substituir Lino de Macedo no Conselho de Segurança Alimentar
protesto servidores Ipsemg 9-7-24
Em meio a protestos dos servidores, projeto sobre Ipsemg tem votação adiada
ministro do trabalho luiz marinho saqui aniversário fgts
Ministro do Trabalho quer fim do bloqueio do FGTS para quem optou por saque-aniversário
regra-nas-relacoes-de-trabalho-clemente-ganz-lucio
Clemente Ganz: Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo
Projeto de lei motoristas em apps
Centrais sindicais criticam alterações em projeto de motoristas em apps
Protesto servidores Ipsemg
Sindicato dos Servidores do Ipsemg convoca para protesto contra projeto sobre o Instituto