Antonio Neto debate organização sindical e enfrentamento à reforma trabalhista em Natal (RN)

A convite de sindicalistas do Rio Grande do Norte, presidente da CSB apresentou a luta da Central contra a Lei 13.467 e reforçou a necessidade de enfrentamento

Esta quinta-feira (22) foi pautada por debates sobre a reforma trabalhista e a organização sindical em Natal. A convite de sindicalistas do Rio Grande do Norte, o presidente da CSB, Antonio Neto, visitou a capital potiguar para fortalecer a organização do movimento sindical no estado e construir estratégias de enfrentamento à Lei 13.467.

Entidades representantes dos servidores públicos, motociclistas, trabalhadores em tecnologia da informação, da área cultural, do setor de águas e esgoto, técnicos em refrigeração, frentistas e bombeiros ouviram de Antonio Neto uma detalhada apresentação sobre o processo de tramitação e sanção da lei da reforma trabalhista.

Além de abordar o combate da CSB, desde o envio do projeto de lei à Câmara – que modificou drasticamente a proposta – até a sanção pelo presidente Michel Temer, Neto argumentou sobre a maneira açodada com a qual a reforma foi tratada no Congresso e alertou os dirigentes sobre a realidade da relação capital-trabalho após a entrada em vigor da lei.

O presidente da CSB afirmou que, na prática, nas negociações coletivas, os dirigentes sindicais estão atentos à posição acintosa adotada pelos empresários nas negociações. Segundo o dirigente, o setor patronal vem apresentando uma pauta totalmente supressora de direitos e conquistas consolidados nas convenções coletivas.

Além dos retrocessos impetrados pela Lei 13.467 – como a precarização das relações de trabalho, o incentivo à informalidade, o desrespeito às mulheres –, Antonio Neto também trouxe à tona a importância da sustentação das entidades por meio da contribuição sindical.

“Já conseguimos vitórias expressivas na Justiça. Nosso enfrentamento se fortalece a cada dia. E as decisões do Judiciários nos faz ter a certeza ainda mais límpida de que essa lei é inconstitucional”, explicou Neto sobre as mais de 30 decisões da Justiça a favor do recolhimento da contribuição sindical.

Veja as decisões judiciais a favor do imposto sindical

Também pauta em destaque do encontro em Natal, a organização sindical no estado foi defendida pelo presidente da CSB como ferramenta essencial no fortalecimento dos sindicatos e na defesa dos trabalhadores.

“O Rio Grande do Norte, de cera forma, virou um símbolo para o movimento sindical brasileiro de se organizar e lutar contra os principais atores que sustentaram a reforma trabalhista”, disse Neto em referência a protagonismo do relator da reforma na Câmara dos Deputados, Rogério Marinho (PSDB), parlamentar nascido no RN, pela aprovação do projeto que, na forma da Lei 13.467, representa um ataque à CLT e aos direitos trabalhistas segundo Antonio Neto.

“Nesse sentido, a luta aqui no Rio Grande do Norte e a derrota desses atores, como o Rogério Marinho, são fundamentais para que avancem nossa organização, as nossas lutas e nosso engajamento no estado. Não podemos esmorecer, e sei que vocês seguirão em frente nessa empreitada”, concluiu o presidente da CSB.

Entre as entidades que participaram do encontro estiveram o Sindpd, Senalba, Sindmoto Sindbombeiros, Sintrop, FESEPURN, Sintgel e Sindagua.

Compartilhe:

Leia mais
CSB no Forum Interconselhos 2024
Governo retoma Fórum Interconselhos com G20 Social e Plano Clima em foco; CSB participa
reuniões centrais sindicais 16 e 18 julho
Centrais realizam reuniões por região nos dias 16 e 18 de julho sobre agenda legislativa; participe
reunião CNT 10-7-24
CNT discute ação coordenada diante de transformações no mercado de trabalho
Ernesto e Álvaro CSN reunião Consea
CSB indicará nome para substituir Lino de Macedo no Conselho de Segurança Alimentar
protesto servidores Ipsemg 9-7-24
Em meio a protestos dos servidores, projeto que altera regras do Ipsemg tem votação adiada
ministro do trabalho luiz marinho saqui aniversário fgts
Ministro do Trabalho quer fim do bloqueio do FGTS para quem optou por saque-aniversário
regra-nas-relacoes-de-trabalho-clemente-ganz-lucio
Clemente Ganz: Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo
Projeto de lei motoristas em apps
Centrais sindicais criticam alterações em projeto de motoristas em apps
Protesto servidores Ipsemg
Sindicato dos Servidores do Ipsemg convoca para protesto contra projeto sobre o Instituto
Ministro Carlos Lupi e José Avelino Pereira Sinab CSB
Presidente do Sinab assume posto no Conselho Nacional de Previdência Social