Atenção! 1º de maio unificado das centrais mudou para o Vale do Anhangabaú

CET e Polícia Militar recomendaram a mudança por conta da expectativa de público no evento que celebra o Dia do Trabalhador

 

O 1º de maio unificado das centrais tem um novo local: o Vale do Anhangabaú, no centro da capital paulista. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e a Polícia Militar, entre outros órgãos públicos, recomendaram a mudança devido à configuração do evento e à expectativa de público para este ano; inicialmente a Praça da República tinha sido escolhida para a comemoração.

Com início às 10 horas, a festa terá a presença de artistas como Mistura Popular, Leci Brandão, Toninho Gerais e Alceu Valença.

Contra a agenda de retrocessos do governo de Jair Bolsonaro, as entidades reiteram sua união contra a reforma da Previdência e farão a celebração do dia do trabalhador com a missão de alertar a sociedade sobre as consequências para a aposentadoria dos mais pobres caso a PEC 06/2019 seja aprovada no Congresso.

Previsto para durar toda a tarde, o evento contará também com a presença dos presidentes das centrais, além de representantes dos movimentos sociais e de partidos políticos. O ato servirá de convocação à sociedade para que o povo brasileiro ajude a representação dos trabalhadores na luta pela não aprovação da reforma.

Saiba tudo sobre a reforma da Previdência

Centrais lançam abaixo-assinado contra a reforma da Previdência

Serviço

1º de Maio Unificado

Onde: Vale do Anhangabaú – Centro/SP

Horário: das 10h às 18h

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)