Central dos Sindicatos Brasileiros

Diretoria da CSB permanece mobilizada e articula com parlamentares derrubada da reforma trabalhista no Senado

Diretoria da CSB permanece mobilizada e articula com parlamentares derrubada da reforma trabalhista no Senado

PLC 38/2017 será analisado pela plenário da Casa a partir de terça-feira (11/07)

Após aprovação de requerimento de urgência para a tramitação da reforma trabalhista no Senado, a diretoria operativa da CSB reuniu-se, nesta quarta-feira (5), com o objetivo de traçar estratégias e atos para a barrar o projeto. O encontro dos dirigentes, presentes em Brasília desde o início da semana, é mais uma ação da Central contra o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 38/2017, que já mobilizou trabalhadores e sindicalistas de todo o Brasil na Greve Geral de abril, nas manifestações de junho e na Marcha em Brasília, promovida no mês de maio.

Nesta iniciativa, propósito da Entidade é conquistar apoio dos parlamentares no Senado com articulação junto a lideranças da Casa e visitas aos gabinetes. A ação dá continuidade aos trabalhos iniciados na tarde de ontem, quando representantes da CSB também já haviam tratado sobre os pontos negativos da reforma, como o trabalho intermitente, autônomo e o trabalho de gestantes e lactantes em locais insalubres, junto aos senadores Cássio Cunha Lima (PSDB/PB) e Cidinho Santos (PR/MT) (leia mais).

Atualmente, o PLC 38/2017 está previsto para entrar em análise no plenário do Senado na próxima terça-feira (11/07); a matéria foi aprovada por duas comissões da Casa – as Comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) – e rejeitada na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). Representantes da CSB permanecem mobilizados em Brasília até quinta-feira (6).

Participam da mobilização e articulações o presidente Antonio Neto; o secretário-geral Alvaro Egea; os vice-presidentes Flávio Werneck, Francisco Moura, Joana Batista Lopes, Dianyeire Dias de Souza e João Alberto Araújo Fernandes; os secretários Cosme Nogueira (Formação Sindical), Juvenal Cim (Finanças), Itamar Kunert e Paulo Oliveira (Organização e Mobilização), Antonieta de Faria (Mulher Trabalhadora), Maria Barbara da Costa (Saúde), Alessandro Rodrigues (Comunicação), Ronildo Nogueira Palmere (Trabalhadores na Pesca), Jorge Antonio Nascimento (Servidores Públicos) e Cezar Amin Pasqualin (Profissionais Liberais).

Compartilhe!