Grupo usa Whatsapp para apoiar trabalhadoras domésticas contra covid

É pelo Whatsapp que trabalhadoras domésticas da Grande São Paulo têm recebido informações sobre direitos trabalhistas e como se prevenir contra o novo coronavírus. Um estudo da InternetLab mostrou que ao aplicativo é usado durante o serviço por 85% das entrevistadas.

Batizado de Zap Zap das Domésticas, o projeto nasceu da Observatória dos Direitos e Cidadania da Mulher em 2018, mas por conta da pandemia, acaba de ganhar uma nova temporada com conteúdos inéditos sobre a covid-19 e seus efeitos na vida pessoal e no ambiente de trabalho da categoria.

 Assista os vídeos que foram encaminhados na primeira temporada clicando aqui.

O Brasil é o país com mais empregadas domésticas em todo o mundo, são mais de 6 milhões de trabalhadores, sendo 92% deste grupo composto por mulheres. A grande maioria, 63%, são negras. Para se ter uma ideia, 14,6% das mulheres que hoje exercem atividades remuneradas no Brasil estão no trabalho doméstico.

Nos dois primeiros meses da pandemia no Brasil, 39% das famílias dispensaram diaristas e não mantiveram o pagamento dessas trabalhadoras, segundo pesquisa do Instituto Locomotiva. Uma grande parte das profissionais seguiu trabalhando normalmente, viajando longas distâncias e enfrentando as lotações do transporte público, que não diminuíram durante a crise de saúde.

E é por conta deste cenário, me explicou a advogada Mariana Fidelis, uma das criadoras do projeto, que elas decidiram reativar o canal de conversa direta com as trabalhadoras, numa tentativa de não apenas explicar questões práticas de cuidado com a saúde, mas conversar sobre direitos que podem estar sendo negados no momento crítico que o país se encontra.

“Como vemos nas notícias que têm circulado em diversos veículos são inúmeras as denúncias que escancaram e intensificam diversas vulnerabilidades do trabalho doméstico no Brasil”, explica a advogada, que conta que existe também questões emocionais e afetivas, uma camada de luto na categoria, que precisa ser olhado e cuidado coletivamente, citando a morte de Miguel Otávio, 5 anos. Miguel caiu de um prédio no centro do Recife, no dia 2 de junho. Sua mãe, Mirtes Renata Santana de Souza, trabalhadora doméstica, deixou o filho aos cuidados da patroa por alguns minutos.

Mariana me explicou que “o conteúdo dessa nova temporada tem este recorte covid-19 e, além dos direitos trabalhistas, também fala sobre direitos sociais, como saneamento básico, acesso a água, a saúde e segurança no ambiente do trabalho”. Na quarta, 24, o Zap Zap das Domésticas falou sobre a rotineira falta de água nas periferias, trazendo dicas práticas sobre como se precaver.

As mensagens são enviadas semanalmente para quem é cadastrada, e os conteúdos são feitos de maneira que podem ser, facilmente, compartilhados em outros grupos. A ideia é viralizar as informações. Vídeos, em especial animações, e áudios e fotomontagens são as principais formas de trazer as informações.

Tony Marlon – UOL – 26/06/2020 04h00

Para receber conteúdos do Zap Zap das Domésticas clique em http://bit.ly/zapzapdasdomesticas ou acesse o site www.zapdasdomesticas.com.br. Vale a pena continuar a conversa com as realizadoras dessa iniciativa, e você pode fazer isso escrevendo para [email protected]. Todo respeito, e todos os direitos, para as trabalhadoras domésticas deste país.

Compartilhe:

Leia mais
CSB no Forum Interconselhos 2024
Governo retoma Fórum Interconselhos com G20 Social e Plano Clima em foco; CSB participa
reuniões centrais sindicais 16 e 18 julho
Centrais realizam reuniões por região nos dias 16 e 18 de julho sobre agenda legislativa; participe
reunião CNT 10-7-24
CNT discute ação coordenada diante de transformações no mercado de trabalho
Ernesto e Álvaro CSN reunião Consea
CSB indicará nome para substituir Lino de Macedo no Conselho de Segurança Alimentar
protesto servidores Ipsemg 9-7-24
Em meio a protestos dos servidores, projeto que altera regras do Ipsemg tem votação adiada
ministro do trabalho luiz marinho saqui aniversário fgts
Ministro do Trabalho quer fim do bloqueio do FGTS para quem optou por saque-aniversário
regra-nas-relacoes-de-trabalho-clemente-ganz-lucio
Clemente Ganz: Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo
Projeto de lei motoristas em apps
Centrais sindicais criticam alterações em projeto de motoristas em apps
Protesto servidores Ipsemg
Sindicato dos Servidores do Ipsemg convoca para protesto contra projeto sobre o Instituto
Ministro Carlos Lupi e José Avelino Pereira Sinab CSB
Presidente do Sinab assume posto no Conselho Nacional de Previdência Social