MG_9327-scaled

Vice-presidente da CSB participa do programa Roda Viva na TV Cultura

Flavio Werneck, que também é presidente do SINDIPOL/DF, falará sobre segurança pública

O vice-presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Distrito Federal (SINDIPOL/DF), Flavio Werneck, participa de debate sobre segurança pública, nesta segunda-feira (26), às 22h15, no programa Roda Vida da TV Cultura.

Questão da atualidade, assim como a recente intervenção militar no estado do Rio de janeiro, o programa que é apresentado por Augusto Nunes receberá também Edison Brandão, desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo; Sérgio Adorno, coordenador do Núcleo de Estudos de Violência da USP; José Vicente da Silva Filho, coronel reformado da Polícia Militar e ex-secretário nacional de Segurança Pública; Rodrigo Pimentel, ex-capitão do Bope-RJ e roteirista do filme Tropa de Elite. Além da participação fixa do cartunista Paulo Caruso.

Pautados nas discussões sobre a medida, aprovada no Senado na última terça-feira (20), os especialistas questionarão a necessidade da intervenção e as possíveis vantagens políticas nas disputas eleitorais deste ano.

O programa, que está no ar desde 1986 e já recebeu importantes convidados, como Fidel Castro, Evo Morales, Leonel Brizola entre outras personalidades, pode ser visto também pelo canal do programa no Youtube e pelo aplicativo “Cultura Digital”.

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra