Divulgacao_evento_agricolas

VI Encontro Nacional dos Técnicos Agrícolas em Brasília discute o Conselho da categoria

CSB participou do evento realizado entre os dias 23 e 25 de abril na capital federal

A Lei 13.639, que criou o Conselho Federal dos Técnicos Agrícolas, foi tema do IV Encontro Nacional dos Técnicos Agrícolas, na Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em Brasília. O evento discutiu de forma ampla de segunda [23] até quarta-feira [25] a lei sancionada pelo presidente Michel Temer em março deste ano. A criação de um conselho federal era uma reivindicação da categoria há quase 30 anos.

 Em 1991, o primeiro projeto que pedia o Conselho Federal de Técnicos Agrícolas exclusivo foi apresentado. O evento promovido pela Federação Nacional dos Técnicos Agrícolas (Fenata) celebrou a vitória com mais de 70 entidades da categoria, de 21 estados. O evento também serviu para estruturar o Conselho Federal dos Técnicos Agrícolas e também os conselhos regionais. Segundo a lei sancionada, o conselho federal deve estar funcionando em seis meses. Isso significa que deve demorar cerca de um ano para que todos os conselhos, incluindo os estaduais, estejam ativos.

A CSB esteve presente no evento e seguirá acompanhando de perto a formação e a consolidação tanto do conselho federal como também dos conselhos estaduais. O representante da CSB no Maranhão, Wender Rocha, diz que ter a lei sancionada é a prova de que o impossível é possível.

O dirigente salienta que o Conselho não vai só ajudar os técnicos agrícolas, mas também os agrônomos. “Antes da lei ser sancionada, a nossa categoria integrava o Confea/Crea (Conselho Federal de Engenharia e Agronomia), mas não tínhamos forte representação por sermos técnicos, e eles, com ensino superior. Agora, vamos ajudar a todos, pois faremos a fiscalização na área rural. O Crea foca muito mais na área urbana e a rural fica de lado. O trabalho será melhor e mais completo a partir da lei”, finaliza.

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra