Acao-Jogelson-e1457370544166

SINTSEP/AL faz parceria com Secretaria de Saúde do Estado de Alagoas para combater o Aedes Aegypti

Alagoas registrou 139 casos de microcefalia causados pelo vírus Zika até janeiro de 2016

Com o objetivo de unir forças para combater a proliferação do mosquito Aedes Aegypti no Nordeste, o Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado de Alagoas (SINTSEP/AL) reuniu-se com a Secretaria de Estado da Saúde (SESAU/AL) para firmar uma parceria entre governo e representantes dos trabalhadores. O encontro, que aconteceu na última terça-feira (1º), na própria Secretaria, foi uma iniciativa do Sindicato.

Para representar a Entidade, participaram do debate o presidente do SINTSEP/AL e 2º secretário dos Servidores Públicos da CSB, Jogelson Veras, e o secretário de Relações Externas do Sindicato, Silvestre Lopes Ferreira. De acordo com Veras, o papel de luta contra o mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikunguya pertence a todas as entidades de classe do País.

“O perfil do nosso Sindicato é de diálogo, portanto é fundamental usarmos nosso cargo de forma institucional no combate à proliferação do Aedes Aegypti. Vamos convocar toda nossa categoria para entrar nesta luta. É uma luta nacional”, afirma o dirigente.

A reunião junto à cúpula da Vigilância Epidemiológica da SESAU/AL – composta pela gerente Cleide Moreira, pela superintendente de Vigilância em Saúde Cristina Rocha e por mais três técnicos – resultou no compromisso de alertar os servidores da existência de focos do Aedes Aegypti em repartições públicas e na disposição dos 32 órgãos filiados ao SINTSEP/AL em suprimir a propagação das endemias causadas pelo mosquito.

Para a mobilização, serão impressos livretos informativos sobre como prevenir o surgimento de focos do Aedes, que serão distribuídos na base de 4.200 associados do Sindicato, e promovidas palestras a respeito do tema. O principal objetivo da campanha é evitar que o número de crianças com microcefalia aumente no País por conta do Zika vírus, doença transmitida pelo mosquito.

Segundo o portal de notícias G1, Alagoas registrou 139 casos suspeitos de microcefalia causados pelo vírus Zika até janeiro de 2016. A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) ainda estima mais dois ou três milhões de casos do vírus na América Latina.

Em fevereiro, a SESAU/AL apresentou o aplicativo “Juntos pela Saúde”, que permite qualquer cidadão denunciar focos do mosquito. O download já está disponível gratuitamente nas lojas virtuais Google Play e App Store.

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra