WhatsApp-Image-2017-07-31-at-16.36.02

SINTSEP esclarece ações jurídicas para trabalhadores de Delmiro Gouveia, em AL

Processos dizem respeito à correção nos salários; reunião foi realizada na última quarta-feira (26) no auditório da Fundação SESP

Diretores do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado de Alagoas (SINTSEP/AL), entidade filiada à CSB, orientaram servidores do município de Delmiro Gouveia e região a respeito de ações jurídicas de planos econômicos. A reunião foi realizada na última quarta-feira (26) no auditório da Fundação de Serviço Especial de Saúde Pública (Sesp).

As duas ações corrigem salário e ainda não têm parecer favorável. A primeira é sobre reajuste de 47% na folha de pagamento dos servidores do Ministério da Saúde, da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) e do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS).  Em 1994, o governo deixou de implementar plano de carreira para a categoria. “A liminar foi negada e agora segue a ação principal”, afirmou o 2º secretário dos servidores públicos da CSB e secretário-geral do sindicato, Jogelson Veras.

A segunda envolve apenas os trabalhadores da FUNASA. Em 1991, militares receberam reajuste e os civis foram excluídos. Portanto, o SINTSEP pediu à Justiça correção de 84% na folha de pagamento. “Conseguimos a implantação via rubrica, e agora estamos lutando para que o processo vire precatório”, disse o secretário de Comunicação do sindicato, Pedro Soares.

Na reunião, Jogelson Veras ressaltou ainda a importância da interação e do diálogo nas bases do sindicato. O SINTSEP também foi representado pelo secretário de Políticas Externas, Silvestre Lopes, e pelos representantes jurídicos da entidade Luiz Virginio e Johnny Batista.

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra