Sindicatos filiados a Feserp-MG já estão se preparando para a grande paralisação do dia 22 de março

Paralisação Geral dia 22 de março –  a frase mais repetida em todos os Sindicatos de Servidores Municipais filiados a Feserp no estado de Minas Gerais.

A Feserp-Minas está seguindo a orientação do conjunto das Centrais Sindicais que tiraram o dia 22 de março como o Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência e a MP 873. Vários sindicatos já estão organizando e mobilizando as suas bases para a grande paralisação.

Em Juiz de Fora, o Sinserpu-JF integra o fórum sindical composto por vários sindicatos da cidade, e o objetivo segundo o presidente da entidade, Amarildo Romanazzi, é repetir as grandes manifestações que ocorreram em 2017.

Em Águas Formosas, na divisa de Minas com a Bahia, a direção do sindicato planeja conjuntamente com outras entidades a realização de um grande ato, segundo informações do líder sindical, Romário Pereira da Silva.

Em São Sebastião do Paraíso, o presidente do sindicato, Rildo Domingos, confirmou que está mobilizando a sua base para que todos os trabalhadores cruzem os braços na sexta-feira.

No norte de Minas Gerais, as cidades de Pirapora, Várzea da Palma e Buritizeiros também manifestaram adesão à Greve Geral, segundo informações repassadas pela presidente do sindicato de Pirapora, Ernaldina Rodrigues (Dina), e pela presidente de Várzea da Palma, Vanessa Lúcia.

No Vale do Mucuri, o Sindicato dos Servidores de Teófilo Otoni, liderado pelo presidente, José Antônio Esteves Guedes, confirma também a adesão ao movimento, e destacou que o envolvimento da base está surpreendendo as expectativas, tanto que já está sendo confeccionadas camisetas para o dia 22.

Em Três Corações, no Sul de Minas Gerais, um grande ato também está sendo organizado por vários sindicatos, e um grande ato está marcado para a praça Odilon Rezende de Andrade. A presidente do sindicato dos servidores municipais, Lucia Maria Felipe, informa que vem visitando todos os locais de trabalho da Prefeitura e de empresas privadas, conjuntamente com outros sindicalistas (comerciários e metalúrgicos), para conseguir uma grande adesão, com jingles rodando em carros de som pela cidade, ajudando na convocação.

O presidente da Feserp-MG, Cosme Nogueira, vem acompanhando a mobilização dos sindicatos filiados bem de perto, e a todo momento vem trabalhando através de um contato direto com todas as lideranças do estado para que a Paralisação Geral seja um sucesso, e para tanto, a orientação a todos os sindicatos é que busquem a unidade com outras entidades dos movimentos sociais e de todas as Centrais Sindicais.

Resistir sempre, se entregar jamais!

Fonte: Feserp-MG

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)