Servidores de Irupi fazem manifestação por reajuste salarial

Há sete anos com os salários desvalorizados, categoria luta por melhores condições de trabalho

Com a apoio da Central dos Sindicatos Brasileiros e a liderança da Federação dos Servidores Municipais do Espírito Santo (Fespumees), servidores de Irupi paralisaram as atividades no dia 14 de julho. A categoria reivindica melhores condições de trabalho e reajuste salarial, que não acontece desde 2009.

O Sindicato dos Servidores Públicos de Iúna e Irupi (SINDSPII) reivindica reajuste  de 30%, já que os salários não são reajustados há sete anos. De acordo com o secretário dos servidores públicos da Central e presidente da Fespumees, Jorge Nascimento, o piso salarial da categoria na cidade está em torno de R$ 565, um valor muito abaixo do atual salário mínimo, que é de R$ 880,00.

“Os servidores estão reivindicando seus direitos. Muitos trabalhadores recebem um salário muito abaixo do mínimo nacional. Isso afeta a sobrevivência do trabalhador e também a economia local, já que – se o servidor recebe pouco – ele irá injetar pouco dinheiro no comércio da região. É um ciclo que afeta a todos.  Caso não tenhamos nenhuma uma resposta da prefeitura que atenda às reivindicações, iremos entrar em greve geral no estado por tempo indeterminado”, avaliou Nascimento.

O SINDSPII  e a Fespumees estimam que as perdas salariais e o poder de compra dos servidores nos últimos anos cheguem a 45% em Irupi.  “Nós, da Fespumees e da CSB, estamos apoiando o movimento grevista na cidade, porque é um absurdo ter um trabalhador que receba menos que o salário mínimo. Esse movimento demonstra a insatisfação dos trabalhadores municipais com o massacre que vem acontecendo com a categoria nos últimos 10 anos. É muito importante ter uma Central que realmente tenha compromisso com os servidores púbicos como a CSB”, afirma o secretário dos servidores públicos da Central.

Compartilhe:

Leia mais
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"
lula critica campos neto
Lula diz que Campos Neto tem lado político e trabalha para prejudicar o país
campos neto presidente bc
Procurador pede investigação sobre influência de bancos na definição dos juros pelo BC
Encontro CSB China
CSB promove encontros com entidades sindicais chinesas em SP e RJ; inscreva-se