Para Carlos Conce, o líder sindical não pode demonstrar fraqueza nem medo

O mestre em comunicação da UFRJ mostrou conceitos e técnicas para uma boa oratória

Com o objetivo de impulsionar a performance do líder sindical para influenciar pessoas e consequentemente manter e conquistar direitos, o mestre em comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Carlos Conce deu continuidade ao segundo dia de Congresso Estadual da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) Mato Grosso com palestra sobre oratória sindical. Em apresentação interativa, o mestre em comunicação mostrou e demonstrou de que maneira a comunicação influencia as pessoas, seja de forma verbal ou não verbal.

“Precisamos aprender a perceber melhor os semblantes e aumentar o nosso poder de percepção. O líder sindical não pode demonstrar fraqueza e medo, seja através de ações verbais ou do seu comportamento. Para influenciar pessoas é preciso entender o ouvinte e colocar na sua fala a linguagem dele. Devemos saber a linguagem dos amigos e principalmente dos inimigos, pois é através da linguagem que se domina”, completou Conce.

Ainda segundo o palestrante, para influenciar as pessoas são necessários três fatores: eloquência, retórica e oratória. “Eloquência é o dom das palavras, ou seja, ouvir bem, falar bem, falar no tempo certo, com a pessoa certa. Não falar de mais e nem de menos. Retórica é a ciência da técnica para falar em público, e a oratória é a prática da eloquência e da retórica”, disse Conce, que ainda explicou as diferenças entre convencimento e persuasão

“Falar bem significa influenciar. O convencimento é o raciocínio lógico com provas objetivas, de uma maneira que atinge o outro universalmente. Já a persuasão é relacionada ao emocional, ao sentimento, ou seja, a subjetividade”, completou.

Para obter melhores resultados, o orador também precisa usar uma roupa adequada, o texto correto para a ocasião e sempre treinar a sua performance. Na segunda etapa da apresentação, Conce mostrou aos dirigentes mato-grossenses cinco habilidades de oratória:  a intelectual, emocional, verbal, vocal e visual.

“Precisamos ter conhecimento específico, conhecimento geral e também o conhecimento da técnica de oratória. É preciso dominar o nosso medo de falar em público e o pensamento negativo. Esse medo pode ser causado pela falta de conhecimento específico. Ao nos comunicarmos, devemos sempre falar com fluência, objetividade e clareza, evitar gírias, siglas e muitos termos técnicos, além dos palavrões. Para a técnica vocal, podemos manter a respiração correta e usar os recursos da voz. O tom da voz deve ser utilizado sempre. A aparência também é importante, manter uma boa aparência, uma boa postura, usar gesticulações e expressões corporais corretas também podem ajudar”, explicou Conce.

Segundo o especialista, em momentos de crise é necessário fazer um investimento em si mesmo. “O líder não pode somente cuidar dos outros, o líder é responsável pela transformação, e para isso ele precisa investir em si mesmo”, finalizou.

Veja a apresentação completa de Carlos Conce

Veja a galeria de fotos

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)