No Rio, diretoria Estadual é eleita para mobilizar o estado na luta pela classe trabalhadora

Sessão plenária deu posse aos dirigentes, que estão organizados na luta contra os retrocessos

O Congresso Estadual do Rio de Janeiro elegeu, na tarde desta sexta-feira (19), a terceira diretoria seccional da CSB. A direção da regional carioca da Entidade tomou posse para comandar os rumos da Central no estado, pelos próximos 5 anos, pautada na ampliação da atuação da CSB e na imediata organização e mobilização das bases na regional contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Maria Barbara da Costa, presidente eleita, agradeceu a todos os sindicatos do estado que, segundo ela, acreditaram no trabalho da Central no Rio de Janeiro. “A cada dia a responsabilidade aumenta, mas precisamos crescer ainda mais para chegar no topo da representação nacional. A realidade é que a CSB existe para provar que a Central pode chegar aonde quiser”, disse a dirigente emocionada.

Ao falar sobre a importância do apoio de Maria Barbara e dos dirigentes cariocas para o crescimento da Central, Antonio Neto lembrou o compromisso da CSB com a realização dos congressos estaduais. No Rio, mais de 170 pessoas participaram do evento, que reuniu 46 entidades de todo o estado. “O perfil dos nossos congressos é de formação e informação, para sairmos melhores do que chegamos. Só a informação é que nos fará desmistificar as mentiras. Temos de construir uma central cada vez mais forte e criar quadros que nos orgulhem cada vez mais”, explicou o presidente nacional da CSB. Neto reforçou a necessidade da participação dos dirigentes cariocas na marcha das centrais em Brasília, no dia 24.

O assunto também foi lembrado por Alvaro Egea, secretário-geral, ao saudar a nova diretoria eleita. De acordo com o dirigente, “a marcha expressa o sentimento da maioria dos trabalhadores”. “O povo brasileiro está indignado com essas reformas que o governo vem implementando. São medidas que destroem todas as políticas sociais, trabalhistas e previdenciárias que conhecemos. É uma política de desmonte das conquistas civilizatórias”, criticou Egea.

Antonio Jorge Gomes, vice-presidente, defendeu a união das bases no estado para a consolidação do trabalho da CSB na região. “É necessária a participação de todos, a CSB somos todos nós”, pontuou. Presente à sessão plenária desta sexta-feira, o secretário de formação sindical Cosme Nogueira mais uma vez destacou a necessidade da conjunção de forças dos dirigentes no trabalho de fortalecimento das categorias no estado.

Moções

Aprovada durante a plenária, a moção apresentada pelo presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Mangaratiba, Valdecir Moreira de Freitas, reivindica a aposentadoria especial aos guardas municipais, além do adicional de risco de vida para a categoria. O dirigente salientou também a necessidade de os profissionais serem transformados em polícias municipais, uma vez que “de fato, as guardas municipais são as verdadeiras polícias municipais”.

O presidente Antonio Neto também propôs uma moção para a realização de simpósio para os advogados que representam os sindicatos do estado. A proposta foi aprovada por unanimidade pela plenária.

Helton Yomura, superintendente Regional do Trabalho no Rio de Janeiro, esteve presente ao evento e parabenizou a CSB pela eleição da diretoria. O representante do Ministério do Trabalho afirmou que as portas de seu gabinete estão abertas para as necessidades dos dirigentes.

Confira a diretoria eleita

Formação e capacitação

Nos dias 17 e 18 de maio, o Congresso Estadual do Rio de Janeiro recebeu o Curso de Formação Política e Sindical da CSB. Já na abertura, os congressistas tiveram a oportunidade de assistir à palestra do ex-ministro e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, que falou sobre a política de desenvolvimento nacional (leia aqui).

Temas como o papel do sindicato na defesa das categorias, o estatuto, formas degradantes de trabalho e a proteção aos dirigentes fizeram parte das palestras prestigiadas pelos congressistas. Confira abaixo.

Carlos Conce defende que a comunicação é fundamental para o trabalho do líder sindical

“Fazer e realizar os valores constitucionais: esse é o foco da luta sindical”, defende Meton Marques

Para Gérson Marques, as entidades sindicais são células de democracia no estado de direito

“Melhor revogar a Lei Áurea do que aprovar a reforma trabalhista”, diz procuradora do MPT em referência à gravidade do projeto em tramitação no Senado

Assédio moral desencadeia inúmeras doenças colaterais, diz Clóvis Renato

Luís Antonio Camargo: “O sindicato é que tem a prerrogativa de negociar coletivamente”

Para historiador Wendel Pinheiro, dirigentes devem defender o legado de Vargas, que democratizou os direitos dos trabalhadores

Compartilhe:

Leia mais
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"
lula critica campos neto
Lula diz que Campos Neto tem lado político e trabalha para prejudicar o país
campos neto presidente bc
Procurador pede investigação sobre influência de bancos na definição dos juros pelo BC
Encontro CSB China
CSB promove encontros com entidades sindicais chinesas em SP e RJ; inscreva-se
CSB-RS conselho plano rio grande
Reconstrução do RS: CSB toma posse como membro do Conselho do Plano Rio Grande