logo1

Mandado de Segurança do SINDIPOL/DF tranca o maior PAD da história do DPF

A assessoria Jurídica do Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal – SINDIPOL/DF, em parceria com a FENAPEF, conquista mais uma vitória.

O corpo jurídico do SINDIPOL/DF, por meio dos advogados do escritório Antonio Rodrigo Machado, suspendeu o Processo Administrativo Disciplinar (PAD) com maior número de servidores da história do DPF, 36. Referido Procedimento arbitrário (Processo Administrativo Disciplinar n. 009/2015-COGER/DPF) foi aberto em desfavor dos professores da ANP, por se postarem em silêncio durante a execução do hino do DPF, em 2014. O caso ficou conhecido pelo suposto uso indevido do instituto da relotação/remoção (dos professores) e pela ofensa à livre manifestação.

O Desembargador afirmou não ter vislumbrado, na conduta dos policiais federais, a ocorrência de qualquer delito infracional que justifique a instauração do PAD e determinou a suspensão da tramitação do procedimento administrativo disciplinar nº 009/2015 – COGER/DPF. Ressaltou ainda que “o alegado desrespeito à bandeira e ao hino, escrito, foi uma conclusão subjetiva e que esse ato pode significar a expressão do descontentamento da categoria. Não parecendo razoável a instauração de processo administrativo disciplinar em face do exercício da liberdade de expressão.”

O SINDIPOL/DF ressalta que continuará se empenhando para garantir os interesses e direitos de todos os seus filiados, salientando que eventuais abusos e agressões serão combatidos e, em sendo necessário, imputará responsabilidade aos gestores e demais atores que causarem constrangimentos indevidos aos Policiais Federais.

Fonte: Agência Sindipol/DF

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra