Mais de 73% das vagas do programa de capacitação técnica são ofertadas pelo Sistema S

Compõe o Sistema S o Senac, o Senai, o Senat e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar)

O programa de capacitação técnica do governo atingiu mais de oito milhões de matrículas em agosto deste ano, segundo registros do Ministério da Educação. Desse total, mais de 73% das vagas foram oferecidas por meio das entidades que compõem o chamado Sistema S, como o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), por exemplo.

Marcelo Vasconcelos Trancoso é um dos alunos que procurou o Senac em busca de curso de qualificação. Ele queria investir na carreira profissional, concluir estudos e buscar mais oportunidades na área que tem afinidade: representação comercial e logística.

“Sempre trabalhei na área comercial, mas nunca tive qualificação. Procurei me informar e descobri que o Senac oferecia o curso por meio do programa. Eu não acreditei que faria o curso e ainda receberia uma ajuda de custo. Fiquei muito feliz com a qualidade do curso, os professores, o conhecimento que adquiri”, garante.

O Senac é o segundo maior ofertante de vagas pelo programa, com 30,68% do total de matrículas. Segundo a diretora de Educação Profissional da entidade, Anna Beatriz Waehneldt, o programa articulou e integrou esforços das redes de aprendizagem profissional e do governo federal para ampliar acesso à capacitação e formação profissional de qualidade.

“O Sistema S oferece credibilidade e qualidade e já vem trabalhando com iniciativas similares há bastante tempo. Com a criação do programa, foi permitido ampliarmos a capilaridade e a diversidade de cursos, que vão sendo criados de acordo com a demanda local”, explica.

Histórico
O programa foi criado em 2011 para expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio e de cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional presencial e à distância. Hoje, já são mais de oito milhões de alunos matriculados nos cursos de qualificação técnica profissional.

O programa de capacitação técnica tem sistema descentralizado de inscrições. As novas vagas serão abertas em escolas públicas estaduais, nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e nos Serviços Nacionais de Aprendizagem. Cada uma dessas instâncias possui inscrições e critérios próprios para seleção de participantes.

Fonte: Blog do Planalto

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)