Livros são produtos preferidos de quem recebe o Vale-Cultura

Ingressos de cinema e aquisição de instrumentos musicais também são os favoritos de quem utiliza o benefício 

Livros, jornais, revistas e artigos de papelaria são os produtos preferidos de quem recebe o Vale-Cultura, cartão de R$ 50 mensais direcionados a atividades culturais. O benefício pode ser oferecido a funcionários por empresas.

Segundo o Ministério da Cultura, 88% dos recursos gerados pelos cartões até junho (R$ 12,11 milhões) foram gastos com esses itens. Em seguida, vêm ingressos de cinema (9%) e aquisição de instrumentos musicais (1,3%).

“No Brasil, você tem 400 cidades com sala de cinema. Banca de jornal deve ter em 3.000. Ela acaba virando o único ponto de consumo cultural a que se tem acesso”, diz André Sturm, do Sindicato da Indústria Audiovisual.

Segundo a bancária Rafaela Cruz, a rede de aceitação do Vale-Cultura, um empecilho para as compras no início do programa, está aumentando.

Ela diz ter utilizado o cartão para comprar livros, DVDs e uma entrada para o cinema em São Paulo, onde mora.

Para Cecília Andreucci, diretora de marketing da Livraria Cultura, parte dos trabalhadores que têm o cartão ainda não começou a utilizá-lo. A rede de livrarias aceita os cartões desde janeiro.

Fonte: Folha de São Paulo

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"