Fórum Sindical de Mato Grosso promove seminário sobre Previdência Complementar

A Securitização da Dívida Ativa também foi tema abordado durante encontro realizado na última terça-feira (6)

Servidores públicos de Mato Grosso participaram na tarde desta terça-feira (6), de seminário organizado pelo Fórum Sindical dos Servidores do Poder Executivo, que aconteceu no auditório da Escola de Contas do TCE/MT, na capital do estado. Factuais e importantes para toda sociedade, principalmente para os servidores, os temas escolhidos foram a Securitização da Dívida Ativa e a Previdência Complementar.

Antônio Wagner, que é membro do Fórum Sindical e vice-presidente da Seccional Mato Grosso da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), avaliou o evento de maneira positiva, tanto pelo número de pessoas que compareceu no local, quanto pelo número de visualização durante transmissão através das redes sociais.

“O evento foi muito bom em público, mesmo com pouco tempo para organizar. As palestras foram sensacionais e os participantes gostaram muito. Foi exatamente como estávamos esperando.  Tivemos muitas visualizações e os temas são de fundamental importância para os servidores públicos”, falou o dirigente.

O primeiro a se apresentar foi o mestre em Direito Público e advogado da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (ANFIP), Claudio Farag, que levou aos participantes os prós e contras de uma Previdência Complementar. O tema pontual, e que está sendo discutido atualmente no Conselho de Previdência, é necessário para os servidores entenderem as várias formatações do que se entende deste modelo de Previdência.

A palestra apontou também as consequência e riscos deste modelo e de um possível rompimento do atual sistema de Previdência.

Em seguida, o professor PHD da Universidade Federal de Alagoas, José Menezes, abordou sobre a dívida ativa.

“Um tema importante para um estado que tem quase R$ 37 bilhões em dívida ativa que não foram executados ou que vem sendo executados em passos lentos, permitindo a prescrição desses valores”, disse o vice-presidente da Seccional.

Ainda segundo Wagner, o Fórum Sindical pretende aprofundar o tema da dívida pública do Mato Grosso, em uma outra palestra que deve acontecer entre o final deste ano e o começo de 2019.

O Seminário também contou com a parceria do Tribunal de Contas, além de várias entidades sindicais como SINPAIG, SIDSPEN, AGGE, ADUNEMAT, SISMA, SINTESMAT, SINTAP, AGGEMT e SINDPECO.

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)