Em Manaus, dirigente da CSB defende a Previdência para o trabalhador rural

Segundo Maria Lucinete de Lima, sem direitos não haverá jovens para trabalhar no campo

A Assembleia Legislativa do Amazonas organizou, na tarde desta segunda-feira (25), mais uma audiência pública para debater a reforma da Previdência proposta pelo governo de Jair Bolsonaro. O encontro, realizado no plenário da Casa, contou com a presença de entidades sindicais, sociais e do economista Inaldo Seixas.

Maria Lucinete de Lima, 1ª secretária do meio Ambiente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), em sua participação, fez duras críticas à reforma e alertou que o futuro do campo pode estar comprometido.

“Não dá para a gente manter um jovem trabalhador do campo sem educação, sem saúde e sem Previdência. Quem é que vai querer ficar no campo para produzir para o povo da cidade sabendo que não vai ter mais direito? ”, questionou a dirigente.

Apesar dos discursos a favor da agricultura familiar, Maria Lucinete está decepcionada com o desrespeito ao trabalhador do campo, além da falta de engajamento dos representantes do povo.

“Todo mundo está dizendo que gosta do trabalhador rural, que bota comida na mesa dele, mas quando a gente vira de costas, a condução é outra. Todo mundo diz que nós temos que preservar, mas nós sempre fomos vistos de costas em todas as discussões que a gente vê”, disse Lucinete, criticando os deputados estaduais que não participaram da assembleia.

“Deputados estaduais que foram eleitos pelo menorzinho que está lá no Juma e outros locais no final do Amazonas e não se encontram nesta Casa, não nos deram respeito. Eles não têm compromisso com o povo do Amazonas”, finalizou a 1ª secretária do Meio Ambiente da CSB.

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)