Dilma sobre a Copa: país está preparado para um maravilhoso espetáculo

Para a presidenta, os estádios estão prontos, os aeroportos vão atender a demanda adicional e a segurança será capaz de proporcionar a todos os torcedores a “tranquilidade para aproveitarem os jogos, festas e passeios”

Ao receber a Taça da Copa do Mundo do presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Joseph Blatter, a presidenta Dilma Rousseff convidou os visitantes e seleções que participarão do Mundial a se engajarem na luta contra todos os tipos de preconceito, e desejou que o Brasil seja campeão pela sexta vez. O presidente da Fifa utilizou a expressão que vem sendo repetida por Dilma, de que esta será a Copa das Copas, e se disse animado com a competição.

Para a presidenta, os estádios estão prontos e muitos foram testados em campeonatos estaduais ou no Campeonato Brasileiro, os aeroportos estão preparados para a demanda adicional e a segurança do país será capaz de proporcionar a todos os torcedores a “tranquilidade para aproveitarem os jogos, festas e passeios para conhecer nossas belezas”. “O deslocamento dos torcedores e turistas pelas cidades-sede será tranquilo e seguro”, garantiu a presidenta.

Dizendo que o Brasil é democrático e que respeita a liberdade de manifestação e de expressão, Dilma afirmou que ele é um país “capaz de preservar os direitos daquela maioria que quer assistir os jogos, que quer se confraternizar e comemorar”. “Estamos preparados para oferecer ao mundo um maravilhoso espetáculo, acrescido da alegria, do respeito e da gentileza característicos do povo brasileiro”, disse, desejando boas vindas aos estrangeiros.

Antes, Joseph Blatter concordou que esta será uma oportunidade para o país se promover em todo o planeta. “De fato, durante mais de um mês, todos os olhos do mundo, por meio da televisão, vão se voltar para o Brasil”, disse o presidente da Fifa. Ao citar o governo brasileiro, as cidades-sede e o Comitê Organizador Local como parceiros, Blatter considerou que fará o “máximo para que esta seja a melhor Copa do Mundo da história”.

De acordo com ele, esta 20ª Copa do Mundo vai reforçar a luta contra a discriminação de qualquer tipo, principalmente o racismo. “Aproveito a oportunidade para repetir minha esperança de que durante este tempo pelo menos as atividades beligerantes no mundo cessem, e que o futebol seja uma forma de unir pessoas”, afirmou, lembrando que o Papa Francisco redigirá uma mensagem com estes princípios, a ser lida na cerimônia de abertura, no próximo dia 12, em São Paulo.

Após a cerimônia, o capitão da seleção pentacampeã Cafu disse que apesar dos problemas do país, este é o momento de se pensar no Mundial. “Eu acho que nesse momento temos que pensar exclusivamente em trazer um pouquinho mais de alegria e conforto para o povo brasileiro. É óbvio que isso não vai resolver os problemas do nosso país, desse Brasil grande e maravilhoso. Estamos a 15 dias de uma copa, temos de pensar exclusivamente em fazer uma grande copa”, defendeu Cafu, que se disse confiante no time convocado por Felipão, e pediu o apoio e incentivo dos brasileiros.

Marcada para o salão Nobre do Palácio do Planalto, em Brasília, a apresentação oficial da Taça atraiu a atenção dos funcionários da Presidência, que trouxeram dezenas de crianças vestidas com a camiseta da Seleção Brasileira. Antes de levantar a Taça, ao lado do lateral direito titular da seleção campeã em 2002, em gesto semelhante ao consagrado pelos vencedores de campeonatos, Dilma esperou que os pequenos tirassem fotos de seus smartphones e tablets, e até atendeu ao pedido de uma criança para que ela fotografasse, de cima, o objeto de desejo das 32 seleções que começam a disputar a competição mundial daqui a dez dias.

Antes da apresentação oficial, no Palácio do Planalto, o troféu percorreu as 26 capitais brasileiras e o Distrito Federal. Foi a primeira vez que a taça passou por todas as capitais do país-sede do Mundial. O tour brasileiro da Taça Fifa começou no dia 22 de abril e foi encerrado no dia 1º de junho, em São Paulo. Desde o ano passado a taça está em um tour mundial e passou por 89 países, percorrendo mais de 150 mil quilômetros.

Lançada em 1974, a Taça Fifa mede 36,8 centímetros de altura, pesa 6,175 quilos e é feita de ouro maciço 18 quilates. A base contém duas camadas de malaquita semipreciosa e, na parte de baixo, estão gravados o nome de cada país campeão e o ano de cada título desde 1974.

Pelas regras da organização máxima do futebol, apenas chefes de Estado e campeões mundiais podem segurar o troféu. A taça nunca pertencerá definitivamente a nenhum país, porque os regulamentos determinam que ela permanecerá em posse da Fifa. Cada campeão recebe uma réplica que serve de lembrança permanente da conquista. As réplicas banhadas a ouro são chamadas de troféus dos vencedores da Copa do Mundo da Fifa.

A Copa do Mundo começa no dia 12 com o jogo de abertura entre Brasil e Croácia, na Arena Corinthians, o Itaquerão. O Mundial terá 64 jogos. A final ocorrerá no dia 13 de julho, no Rio de Janeiro.

Fonte: Congresso em Foco

 

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)