Dilma Rousseff se reunirá com centrais sindicais em Brasília

Presidenta receberá os dirigentes do movimento sindical para debater as pautas emergenciais do Brasil

Na próxima quarta-feira, 26 de junho, a presidenta Dilma Rousseff receberá no Palácio do Planalto, às 9h30, dirigentes das centrais sindicais para ouvir as reivindicações da pauta trabalhistas e debater as principais necessidades do País no campo social e econômico.

Entre os principais temas a serem debatidos com a presidenta estão a redução da jornada de trabalho, o fim do fator previdenciário, a regulamentação da terceirização, a reforma agrária e mais investimentos nos serviços públicos.

O presidente da CSB, Antonio Neto, participará da reunião. Para ele, o movimento sindical precisa de mais atenção por parte do governo. Além disso, é preciso ter cuidado com setores da política que pretendem se apropriar da organização dos protestos das últimas semanas.

“Atualmente existe um movimento nítido da direita de usurpar o comando das manifestações populares que ocorreram no país, que são fruto da insatisfação latente do povo com a falta de respostas concretas das instituições públicas em todos os níveis”, enfatiza.

Na manhã de hoje (25), as centrais sindicais (CSB, CUT, CTB, Força, UGT, CSP/Conlutas, CGTB e NCST) e o MST decidiram organizar atos conjuntos – do movimento sindical e social – no próximo dia 11 de julho para cobrar a implementação da pauta trabalhista.

“Temos agora que canalizar esta energia para que o Brasil avance efetivamente com a redução da jornada, com investimento de 10% do PIB em educação, com a melhoria do sistema de transporte coletivo, da saúde pública, com a regulamentação da terceirização, com o fim do fator previdenciário, entre outros pontos”, conclui Antonio Neto.

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"