Dieese alerta para esfriamento do mercado imobiliário com aumento de juros da Caixa

Imóveis populares foram preservados do aumento: governo tenta proteger a economia das classes menos favorecidas

O coordenador de atendimento sindical do Dieese e comentarista de economia da Rádio Brasil Atual Airton Santos prevê que o aumento de juros para a compra de imóveis, anunciado pela Caixa Econômica Federal e que passa a valer a partir de hoje (19), deve acarretar queda na demanda e impacto negativo para o mercado imobiliário.

Santos afirma que a decisão faz parte da política fiscal do governo em conter gastos e aumentar receitas, além da tentativa de contenção da inflação. Com os empréstimos mais caros, a demanda deve se retrair.

“Isso tem um reflexo na economia porque na medida que a demanda por novos imóveis diminui, a produção também deve diminuir; isso reflete no mercado imobiliário e pode haver um desaquecimento.” O especialista explica os impactos da elevação das taxas de juros, que podem chegar até 14,3%, encarecendo o preço final do imóvel nos novos contratos de financiamento, mas acredita que o impacto não deve ser agudo, apenas pondo fim ao boom imobiliário, que já desacelerava.

Contudo, Santos lembra que foram mantidos os juros anteriores para as linhas de crédito com recursos do FGTS e do Minha Casa, Minha Vida “Esse reajuste vai pegar imóveis da classe média. Foram preservados imóveis mais baratos, de acordo com a linha mais tradicional do governo de beneficiar as classes menos favorecidas, de renda mais baixa.”

Fonte: Rede Brasil Atual

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"