Template-1-e1427809528616

CSB realiza primeiro Encontro Nacional dos Servidores Públicos

Evento acontecerá no Espírito Santo, em abril, e tem o objetivo de debater soluções para os problemas da categoria

A primeira edição do Encontro Nacional dos Servidores Públicos da CSB será realizado entre os dia 22 e 24 de abril, em Aracruz, Espírito Santo. O evento, que terá o apoio da Federação dos Servidores Públicos Municipais do Estado do Espírito Santo  (Fespumees), vai debater questões como a regulamentação da Convenção 151 da OIT, previdência social dos servidores públicos da União, estados e municípios, a terceirização na administração pública, licença sindical, qualificação do servidor público, assistência médica do servidor e reajuste dos vencimentos.

A falta de uma legislação voltada para os servidores públicos municipais, estaduais e federais será um dos principais temas debatidos no encontro. “Este evento tem por finalidade, fazer uma análise sobre a organização dos servidores no Brasil e capacitar os dirigentes. Os sindicatos e associações dos trabalhadores de empresas privadas são organizados e consolidados há anos. No entanto os funcionários públicos encontram uma série de empecilhos na hora de organizar os sindicatos, as greves e as reivindicações. A Convenção 151 da OIT precisa ser sancionada com urgência”, destaca Antonio Neto, presidente da CSB.

“Vamos fazer um grande encontro para debater as principais questões relacionadas aos servidores públicos. Nenhuma outra central se preocupa tanto com servidores quanto a CSB. Será uma referência nacional de unicidade sindical”, disse o presidente da Fespumees e diretor da CSB, Jorge Nascimento.

 O dirigente lembra a prática antissindical sofrida pelos servidores públicos, como a falta da correção salarial adequada e a ausência de uma convenção coletiva. “Sem uma lei que regulamente e sem a união dos trabalhadores, os servidores ficam à mercê dos prefeitos,  governadores, do presidente da República, que dão aumento na hora que quer, uma desorganização total”, lamenta Nascimento.

“A luta dos funcionários públicos é antiga. Temos de combater a criminalização dos sindicatos que fazem greve no setor. É necessário existir uma data-base nacional para que aconteça a negociação coletiva. O encontro será fundamental para unirmos forças e conseguirmos avançar na luta do funcionalismo”, destacou Cosme Nogueira, presidente da Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais de Minas Gerais (FESERP-MG) e diretor da CSB.

As inscrições poderão ser feitas nos endereços da FESERP-MG ou por e-mail e são limitadas a dois dirigentes por sindicato.

São esperados mais de 250 dirigentes sindicais das mais diversas profissões e esferas da administração.

Inscrições

FESERP-MG

Juiz de Fora: Avenida Brasil, 1975, sobre loja 223 – Solar Center – Centro, Juiz de Fora/ Minas Gerais,  CEP: 36060-070.

Belo Horizonte: Avenida Bernardo Vasconcelos, 1252-A, Bairro Cachoeirinha, Belo Horizonte – CEP 31150-000.

Telefones: (31) 3653-7484 e (31) 3653-7499 /

E-mail: [email protected]

Confira a programação do Encontro Nacional dos Servidores Públicos da CSB

Dia 22 de abril

12h00 – Recepção dos delegados e credenciamento

18h30 – Abertura (com a presença de autoridades)

 Dia 23 de abril

8:30 – Palestra Magna – Antônio Neto (presidente da CSB – Central dos Sindicatos Brasileiros) – “Desafios do movimento sindical e organização”

10h – Coffee break

10h30 – Palestra: “Lei de Acesso à Informação”, por Fabiana Menezes Soares (UFMG)

12h – Almoço

13h30 – Palestra: “Convenção 151, Portaria 326, Contribuição Sindical dos Servidores Públicos, Direito de Greve, Privatização e Terceirização”, por Zilmara Alencar (consultora e ex-secretária de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego)

 15h – coffee break

15h30 – Palestra: “Previdência Pública”, por Marcelo Domingues Ebling

 17h – Encerramento

 19h – Confraternização

 Dia 24 de abril 

8h30 – Palestra “Contabilidade Pública”, por Fabiana Pascoaloto (contadora e professora)

10h – Coffee break

10h30 – Palestra: “Assédio Moral”, por Alessandra Ramos Braga (advogada, assessora jurídica do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberlândia)

12h – Almoço

13h30 – Debates, encaminhamentos e resoluções

15h – Encerramento

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra