CSB lamenta a morte de Ariano Suassuna

Escritor que conhecia como poucos as raízes populares brasileiras faleceu no Recife

O escritor, dramaturgo e poeta paraibano Ariano Suassuna morreu ontem (23) aos 87 anos. Ele sofreu um AVC e estava em coma desde o dia 21. Suassuna foi morar em Pernambuco ainda adolescente e adotou o estado para viver e criar suas histórias.

Considerado um dos mais brilhantes escritores brasileiros, Ariano Suassuna foi o maior representante do teatro brasileiro ligado às raízes populares. Era um nacionalista consciente e indignado com a elite que queria transformar o Brasil em algo parecido com os Estados Unidos. O poeta desejava que o Brasil fosse o próprio Brasil em sua essência, preservando suas características e rica cultura.

Sempre apoiou as políticas voltadas para o combate à desigualdade. Afirmava que não tinha competência para ser presidente ou ministro, mas tinha a convicção absoluta de que o problema fundamental do País era a fome.

Na década de 1970, Suassuna criou o Movimento Armorial, que pregava a arte erudita nordestina a partir de suas raízes populares.

É autor de clássicos como A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta e O Auto da Compadecida. Este último é uma comédia dramática, na qual dois pobres sertanejos nordestinos, um mentiroso e o outro covarde, praticam pequenos golpes para viver. A sensibilidade do escritor desenha, na realidade, o cenário de miséria, fome e desigualdade vivido pelo nordestino.

A CSB lamenta a perda deste grande artista popular, que chamava a morte de “Caetana”, nome aprendido lá no sertão daquele Nordeste que ele sempre valorizou. E chegada a sua hora de encontrar “Caetana”, Suassuna deixa ao Brasil um legado de obras primas e profundo conhecimento do povo brasileiro.

Central dos Sindicatos Brasileiros

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)