iStock_000004477547Medium-e1411135835561

23 de Setembro: Dia do Técnico Industrial

Homenagem da CSB à categoria que contribuiu para o desenvolvimento industrial e tecnológico brasileiro

Há 105 anos, o Brasil iniciou o ensino técnico industrial junto com a criação das primeiras Escolas de Liceu de Artes e Ofícios, em 1909, hoje Centros Federais de Educação Técnica (CEFET’s). Nessa mesma data é celebrado o Dia do Técnico Industrial. A profissão foi regulamentada pela Lei 5.524/68 e pelo Decreto 90.922, de 1985.

De acordo com o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA), atualmente são 500 mil profissionais registrados em todo o Brasil. O técnico industrial é um profissional liberal responsável pela execução e condução das atividades técnicas na indústria, orientação e coordenação nos trabalhos de manutenção de equipamentos e instalações, bem como prestação de assistência técnica na compra, venda e utilização de equipamentos especializados.

Para Hélio Cesar, presidente do Sindicato dos Profissionais Técnicos Industriais de Nível Médio do Estado do Rio de Janeiro (SINTEC-RJ), o técnico industrial é a base do desenvolvimento industrial brasileiro. “Sem a categoria, o Brasil não teria se desenvolvido da mesma forma. Somos nós que estamos na base da pirâmide das indústrias nacionais, por isso temos que ser valorizados e respeitados”, disse.

Segundo Antonio Jorge Gomes, vice-presidente do SINTEC-RJ e da CSB, com a criação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec), a categoria conquistou a qualificação de jovens que agora estão inseridos no mercado de trabalho. “São milhões de novos profissionais com a mais alta capacitação que vem do Sistema S. Esta é uma das formas de mudar o quadro que temos hoje. Existem muitos postos de trabalho para o profissional técnico, mas infelizmente falta mão de obra qualificada. A educação não pode ser improvisada, tem que ser de qualidade. E é isso que buscamos alcançar, para que o Brasil possa ser visto como um país que dá ao seu povo a oportunidade de acesso a um bom ensino e que possa competir com o restante do mundo”, afirma. Além da constante busca pelo aprimoramento da categoria, os sindicatos também lutam pela aprovação do Projeto de Lei 2861/2008, que estabelece o piso salarial do técnico industrial em R$ 2.600,00.

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra