CSB Mulher: GT aprova plano de igualdade de gênero no trabalho e encerra atividades

O Grupo de Trabalho Interministerial criado para elaborar o Plano Nacional de Igualdade Salarial e Laboral entre Mulheres e Homens encerrou suas atividades nesta terça-feira (20), após um encontro final no Ministério das Mulheres, que coordenou o grupo.

Desde sua primeira reunião, em setembro do ano passado, o GT composto por representantes das centrais sindicais, entidades patronais e órgãos do governo debateram estratégias para a efetividade da aplicação da Lei da Igualdade Salarial – apresentada pelo presidente Lula em 8 de março do ano passado – além de outras ações que promovam a igualdade de gênero no mercado de trabalho.

A CSB participou deste processo representada pela presidente da CSB Mulher e do Sisipsemg, Antonieta de Faria. Ela contou que o relatório foi aprovado por unanimidade pelas participantes do grupo, mas só terá seu conteúdo final revelado ao público após passar pela aprovação de Lula.

A previsão é de que o presidente apresente o projeto final de regulamentação da Lei de Igualdade Salarial no próximo dia 8 de março, o Dia Internacional das Mulheres, marcando um ano das primeiras medidas anunciadas pelo governo pela defesa e promoção de igualdade para as mulheres.

Relembre: Governo anuncia medidas para defesa das mulheres, como igualdade salarial e promoção de oportunidades

Quando o GT foi criado, ficou estabelecido que seus membros deveriam levar em consideração as seguintes questões para elaborar o Plano:

I – as convenções e os demais documentos firmados pelo País no âmbito internacional;

II – as trabalhadoras e os trabalhadores nas condições de empregadas e empregados, autônomas e autônomos e informais;

III – o salário, a remuneração e as oportunidades de ascensão profissional;

IV – as condições e o ambiente de trabalho;

V – a divisão da responsabilidade familiar pelo cuidado de crianças, idosos, pessoas com deficiência e pessoas com doenças incapacitantes;

VI – os aspectos étnico-raciais; e

VII – a transversalidade do tema da igualdade salarial e laboral.

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)