CSB recebe sindicalistas chineses para apresentar atuação sindical no Brasil

Nesta semana, a CSB realizou duas reuniões com uma comitiva de sindicalistas chineses que vieram ao Brasil para conhecer o sistema sindical e de negociação do país. O primeiro encontro foi realizado na segunda-feira (24) em São Paulo e o segundo na quarta-feira (26), no Rio de Janeiro.

Presidente da Federação Municipal de Sindicatos de Dongying, Lixue Han falou que a intenção da visita é entender a legislação trabalhista brasileira e aprender como atuam os sindicatos brasileiros na luta por melhores condições para os trabalhadores, em busca de aplicar os bons exemplos em seu país.

Antonio Neto agradeceu o interesse e apontou que o Brasil que tem muito a aprender com a China. Ele lembrou que, na década de 1980, o Brasil tinha um PIB 8 vezes maior que o país asiático, que agora tem um PIB 30 vezes maior que o brasileiro.

No primeiro encontro, Neto explicou o básico sobre a estrutura sindical do Brasil: o que são sindicatos, federações, confederações e centrais sindicais e quais seus papéis, além de pontos da legislação como o direito constitucional de greve.

Veja também: Centrais sindicais brasileiras e federação de sindicatos da China reúnem-se em SP

O presidente da CSB deu o exemplo também de conquistas recentes como a política de valorização do salário mínimo e como a atuação dos sindicatos junto ao governo federal e ao Congresso foi essencial para sua implementação.

Estiverem presentes também o presidente da Câmara de Integração, Desenvolvimento e Comércio Brasil & China, Mário Estrela, que articulou os encontros, e dirigentes do Sindpd-SP (Sindicato dos Trabalhadores de TI de São Paulo), Sueessor (Sindicato Único dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Osasco e Região) e Fesspmesp (Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais do Estado de São Paulo).

A segunda reunião, realizada no Planetário do Rio, contou com a participação de dezenas de dirigentes sindicais da CSB-RJ e do secretário municipal de Trabalho do Rio de Janeiro, Everton Gomes. Ele contou como é a relação do poder público da cidade com o movimento sindical, que era uma das questões que os sindicalistas chineses queriam saber como funcionava no Brasil.

A comitiva também esclareceu dúvidas que surgiram após a primeira reunião e ouviram sobre as particularidades da atuação de cada sindicato das diferentes categorias presentes.

Compartilhe:

Leia mais
reunião CNT 10-7-24
CNT discute ação coordenada diante de transformações no mercado de trabalho
Ernesto e Álvaro CSN reunião Consea
CSB indicará nome para substituir Lino de Macedo no Conselho de Segurança Alimentar
protesto servidores Ipsemg 9-7-24
Em meio a protestos dos servidores, projeto que altera regras do Ipsemg tem votação adiada
ministro do trabalho luiz marinho saqui aniversário fgts
Ministro do Trabalho quer fim do bloqueio do FGTS para quem optou por saque-aniversário
regra-nas-relacoes-de-trabalho-clemente-ganz-lucio
Clemente Ganz: Negociação coletiva e a estratégia de desenvolvimento produtivo
Projeto de lei motoristas em apps
Centrais sindicais criticam alterações em projeto de motoristas em apps
Protesto servidores Ipsemg
Sindicato dos Servidores do Ipsemg convoca para protesto contra projeto sobre o Instituto
Ministro Carlos Lupi e José Avelino Pereira Sinab CSB
Presidente do Sinab assume posto no Conselho Nacional de Previdência Social
destruição enchente rs auxilio financeiro
Mais de 5,6 mil trabalhadores domésticos no RS podem pedir auxílio financeiro; saiba como
img-inscricao-concurso-publico-vagas-para-ti
Encerram hoje (4/7) inscrições para concurso do Ministério da Gestão; salário de R$ 8,3 mil