Central dos Sindicatos Brasileiros

Sindicato dos técnicos de enfermagem publica nota de repúdio contra as declarações do secretário da saúde do Estado do Acre

Sindicato dos técnicos de enfermagem publica nota de repúdio contra as declarações do secretário da saúde do Estado do Acre

Na última terça-feira, dia 10 de setembro, o Sindicato dos Profissionais Auxiliares e Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros do Estado do Acre (Spate) emitiu uma nota de repúdio condenando a atitude do diretor da Secretária Estadual da Saúde, Jorge Fernando Rezende, que ofendeu os profissionais da categoria, chamando-os de “vagabundos”.

As agressões verbais se deram na manifestação ocorrida no mesmo dia. Nela profissionais da área da saúde, de diferentes categorias, se reuniram no hall do prédio da Secretaria da Saúde reivindicando melhorias nas condições de trabalho, iniciando uma greve.

A nota de repúdio emitida pelo Spate, demonstra a gravidade e o perfil antidemocrática da declaração, pois o direito a greve é garantido pela constituição. Posicionamento que foi reforçada pela presidente do sindicato, Maria Rosa Nogueira da Silva, que considerou as palavras do secretário extremamente desrespeitosas. “É grave pois se trata de uma falta de respeito do mesmo, que rebaixou os servidores da saúde chamando a todos de vagabundos”, pontuou.

A motivação da greve se deu pelas más condições de trabalho e, principalmente, pelo pequeno contingente de profissionais da saúde no Acre. Além disso, o desinteresse por parte do governo em atender as reivindicações dos trabalhadores contribuiu para catalisar a explosão do movimento grevista. “A falta de propostas concretas e objetivas por parte do governo, que vem protelando o atendimento às reivindicações, motivou a paralisação”, contou Maria.

Outras instituições, como o Conselho Regional de Farmácia do Acre, o Sindicato dos Médicos do Estado (Sindmed) e o Conselho Regional de Enfermagem do Acre, também manifestaram insatisfação perante a postura de Jorge Fernando Resende.

Be Sociable, Share!