Central dos Sindicatos Brasileiros

Conselho de segurança alimentar entrega a Rodrigo Maia documento que pede volta de programa contra a fome

Conselho de segurança alimentar entrega a Rodrigo Maia documento que pede volta de programa contra a fome

O diretor executivo nacional da CSB, Lino de Macedo, é conselheiro do comitê e participou da iniciativa

Os integrantes do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), nesta terça-feira (10), entregaram ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, documento que solicita a retomada do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), uma iniciativa do governo federal que atua no enfrentamento da fome e da pobreza por meio da agricultura familiar.

De acordo com o diretor executivo nacional da CSB e conselheiro do Consea, além da entrega, também foi possível debater o assunto com alguns deputados, como Nilto Tatto (PT-SP), Padre João (PT-MG) e Bohn Gass (PT-RS). “Conseguimos, por meio de Frente Parlamentar da Alimentação, introduzir esse documento na Câmara e estamos contentes porque os parlamentes abraçaram o texto”, afirmou o dirigente.

“O PAA é um dos projetos mais inteligentes do governo na agricultura. O governo compra dos produtores e doa alimentos para pessoas mais pobres e vulneráveis. Estamos querendo o retorno disso”, explicou. Macedo ressaltou que 90% do orçamento do programa foi cortado.

Plenária

Nesta quarta-feira (11), os conselheiros participaram de uma plenária no Palácio do Planalto. Entre os assuntos debatidos estiveram a agenda regulatória na garantia dos direitos de segurança alimentar e no avanço das políticas públicas, tributação de bebidas adoçadas, rotulagem nutricional para escolhas alimentares mais saudáveis, processo de revisão de rotulagem nutricional e prevenção da obesidade.

O conselho apresentou uma minuta com as diretrizes para uma alimentação mais saudável. Entre os apontamentos está a necessidade de expor nos rótulos quais são as substâncias nocivas de cada produto. “Eu avalio que essa questão da regulamentação da rotulagem é interessantíssima para poder ter um resultado na saúde. O açúcar e o sódio descontrolados na alimentação estão fazendo as pessoas obesas e trazendo a diabetes, doença terrível. O Brasil até 2025 vai ter mais de 30 milhões de pessoas com diabetes”, avaliou o diretor.

A apresentação, entre outros pontos, também recomendou aos Ministérios da Saúde e da Educação a regulamentação da comercialização de produtos no ambiente escolar, proibindo alimentos que tenham as futuras advertências nos rótulos.

De acordo com o Ministério da Saúde, mais da metade da população está com sobrepeso. No caso dos adultos, 57% estão excesso de peso e 20%, com obesidade; 33,5% das crianças com sobrepeso e 14,3% com obesidade; e, analisando os adolescentes, 17,1% estão com sobrepeso e 8,4% são obesos.

Compartilhe!