Unicidade e contribuição sindical foram palavras de ordem na festa do 1° de maio em Itatiba

A Central Sindical de Profissionais (CSP) marcou presença na grande festa de 1° de maio, Dia do Trabalhador, de Itatiba/SP. O evento foi realizado em parceria com o Sindicato dos Metalúrgicos da cidade.

As 30 mil pessoas que participaram da celebração foram contagiadas pelo samba do grupo Raízes da Mocidade, pelo rap engajado dos MCs do O Indivíduo e pelo pagode animado do Papel.com. No local também haviam barracas de pastel, de espeto de churrasco, de refrigerante, de chope, de algodão doce e playground para a alegria da criançada.

O vice-presidente da CSP e tesoureiro do sindicato dos metalúrgicos, José Avelino Pereira (Chinelo), fez questão de passar uma mensagem aos presentes. “Esse dia é em homenagem a vocês, aproveitem. Estamos muito felizes em participar dessa festa de 1° de maio. Neste momento especial, queremos reafirmar nossas grandes bandeiras: reforma agrária, redução da jornada e, principalmente, unicidade sindical e contribuição compulsória”, afirmou.

O secretário-geral da central, Alvaro Egea, completou o discurso. “Esse é um evento que já se incorporou ao calendário da cidade. Nosso objetivo é levantar a voz do trabalhador e fortalecê-la”, pontuou.

Sorteios

Quem esteve em Itatiba concorreu a super prêmios, como geladeira, TV, motos e carros 0km.  Os cupons foram distribuídos na portaria.

Um dos sortudos foi a operadora de produção Denise Magnani, que faturou o carro. “Meu sobrinho está internado. Fiz pensando positivo para que eu fosse sorteada. Vou vender para pagar o tratamento dele”, contou.

Para Rosangela de Fátima, a geladeira veio em ótima hora. “A minha é antiga, gasta muita energia, mas não tenho dinheiro para trocá-la. Estava precisando de uma nova”, disse.

Serviço

Uma verdadeira prestação de serviço à comunidade. Corte de cabelo, revelação de foto 3×4 e assistência jurídica foram realizados gratuitamente.

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra