Central dos Sindicatos Brasileiros

União e força marcam o 1º de maio em Porto Alegre contra a reforma da Previdência

União e força marcam o 1º de maio em Porto Alegre contra a reforma da Previdência
CSB RS encabeçou o ato, junto às centrais e movimentos sociais, para convocar os trabalhadores na defesa da aposentadoria

 

O Dia do Trabalhador na capital gaúcha reuniu as centrais sindicais, políticos e movimentos sociais. A Seccional da CSB esteve à frente do ato pelo 1º de maio em Porto Alegre, que reuniu trabalhadores e a população em geral contra a reforma da Previdência.

Para o presidente da CSB RS, Sérgio Arnoud, é fundamental que a representação da classe operária fale não apenas para os trabalhadores nesse momento. “Estamos falando também para 28 milhões de desempregados e desalentados, contrariando o discurso da grande mídia e do governo de que a reforma trabalhista era para trazer empregos; trouxe desemprego e trouxe desgraça, da mesma forma que a reforma previdenciária vai trazer mais desemprego, e [o trabalhador] vai aposentar apenas no cemitério e vai atingir a todos”, disse Arnoud durante o evento.

O dirigente lembrou a importância da data para a classe trabalhadora. Segundo ele, “esse 1º de maio é uma data muito especial para todos nós, porque foi num 1º de maio que os sindicatos conquistaram a jornada de 8 horas de trabalho”. “Antes era escravidão, trabalhávamos, 12, 14 e até 16 horas, homens, mulheres e crianças”, completou.

Junto às demais entidades, o representante da Central destacou também a necessidade de união de todos os segmentos da sociedade para vencer a PEC 06, que tramita na Comissão Especial da Câmara dos Deputados.

“Vamos construir com carinho a unidade sem atropelos, juntando todas as centrais. A CSB está junto em todo o País para construir uma grande greve geral em 14 de junho. Só o povo na rua vai derrotar esses que querem tirar nossos direitos”, conclamou Sérgio Arnoud.

 

 

Leia mais

Mais de 200 mil pessoas dizem não à reforma da Previdência no Vale do Anhangabaú

Saiba tudo sobre a reforma da Previdência

Be Sociable, Share!