Com verba 40% menor, auditores denunciam desmonte da Receita Federal

A Unafisco Nacional (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil) denunciou o desmonte da Receita Federal em uma carta enviada nesta sexta-feira (9) a três entidades internacionais: ONU, OCDE e GAFI (Grupo de Ação Financeira Internacional). 

No documento, obtido pela Folha de S.Paulo, a associação demonstra como o fisco brasileiro vem perdendo recursos aceleradamente e que o combate à corrupção foi abandonado pelo atual governo. Em apenas 4 anos, o orçamento do órgão passou de R$ 2,8 bilhões, em 2018, para R$ 1,7 bilhões em 2022 – uma redução de 40%. 

Segundo avaliam os auditores, a Receita deveria ter verba de, ao menos, R$ 4,5 bilhões, considerando a correção pela inflação. “Os números mostram que o país escolheu abandonar o combate aos ilícitos financeiros e transnacionais, colocando-o na rota inversa dos países desenvolvidos”, afirma o vice-presidente da Unafisco, Kleber Cabral, 

A entidade vê o risco de o Brasil se tornar um “hub global de atividades criminosas” caso a Receita Federal não tenha condições de exercer suas atividades apropriadamente. No entanto, a carta revela o esvaziamento de áreas e procedimentos direcionados ao combate de condutas ilícitas, especialmente em relação à corrupção e à lavagem de dinheiro. 

Fonte: Folha de S.Paulo

Leia também: Mercadante defende reforma administrativa, mas não nos termos da PEC 32 de 2020

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"