Trabalhadores de TI em Uberlândia (MG) conquistam redução de jornada

Os sindicatos dos trabalhadores de tecnologia da informação (SINTTEC) e patronal (SINDETI) firmaram em Convenção Coletiva a redução de jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais em todas as empresas de tecnologia instaladas em Uberlândia, importante polo do setor em Minas Gerais.

O acordo é retroativo à 1º de janeiro (data base da categoria) e o pagamento deve ser feito na folha salarial do mês de julho, já aplicado a diferença de 120 horas correspondente ao semestre de janeiro a junho. As empresas que não efetuaram o pagamento neste mês, terão que arcar com acréscimo de 75% referente à cláusula de hora-extra.

Jornada de 40 horas em Convenção Coletiva só era praticada nos estados de São Paulo e Paraná, ambos integrantes da base da Feittinf. “Foi uma importante conquista para os trabalhadores de TI de Uberlândia e, em certo ponto, do País. Estamos lutando para criar uma base mínima para regrar o mercado e impedir a precarização dos direitos e das remunerações, pois profissional de TI não é mercadoria, somos uma categoria com alta especialização e queremos valorização”, afirma o presidente da Feittinf, Emerson Morresi, que também é diretor do Sindpd-SP.

Além dessa conquista, os trabalhadores de Uberlândia tiveram aumento salarial de 5,93%, reajuste do VA/VR retroativo à data base com valor mínimo de R$ 33,91 e aumento da hora noturna (adicional de 50%) das 22:00 às 05:00 para 22:00 às 06:00, entre outras cláusulas.

Fonte: FEITINFF

Veja também: Teste da semana de 4 dias de trabalho no Brasil começa em setembro; entenda o projeto

Compartilhe:

Leia mais
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"
lula critica campos neto
Lula diz que Campos Neto tem lado político e trabalha para prejudicar o país
campos neto presidente bc
Procurador pede investigação sobre influência de bancos na definição dos juros pelo BC
Encontro CSB China
CSB promove encontros com entidades sindicais chinesas em SP e RJ; inscreva-se
CSB-RS conselho plano rio grande
Reconstrução do RS: CSB toma posse como membro do Conselho do Plano Rio Grande
distribuição extra fgts
Após acordo com centrais, governo fará distribuição extra do FGTS aos trabalhadores