Central dos Sindicatos Brasileiros

TCU faz convite para Antonio Neto continuar na composição do Conselho da instituição

TCU faz convite para Antonio Neto continuar na composição do Conselho da instituição

Representantes do Tribunal de Contas da União estiveram na sede do Sindpd na última sexta-feira (2) para falar sobre a participação do presidente do Sindpd e da CSB, Antonio Neto, no Conselho de Notáveis da instituição. O objetivo do conselho é contribuir para o aperfeiçoamento da administração pública e dar continuidade ao trabalho de abertura que o TCU vem desenvolvendo nos últimos anos.

A fim de garantir a participação de diversos segmentos da sociedade, o conselho conta com 16 notáveis. Entre eles ex-ministros, jornalistas, sindicalistas, profissionais do DIEESE, membros de conselhos de empresas de peso, como CNI e Embraer, entre outros. O quadro de conselheiros de diferentes setores é o que possibilita uma pluralidade de opiniões para assegurar a preocupação do TCU em manter a qualidade das estratégias da instituição.

A primeira reunião do Conselho teve início há dois anos, na qual foi realizada a apresentação dos principais problemas enfrentados pelo TCU ao longo de sua história. O Tribunal, então, mapeou questões de interesse nacional relacionadas à gestão pública e teve como resultado um levantamento das políticas públicas que poderiam ser implementadas para amenizar ou até sanar muitos dos problemas levantados.

Ressaltando a qualidade do conselho e seus trabalhos realizados, Antonio Neto aceitou o convite de continuar compondo o quadro do TCU. O presidente destacou que muitas pessoas infelizmente ainda não têm conhecimento da função da instituição, ressaltando a importância de sua função num país em desenvolvimento como o Brasil, e elogiou o corpo técnico do TCU pelo sucesso na empreitada da abertura dos trabalhos para a população.

O mapa de risco, instrumento de análise que busca relacionar o poder econômico e regulatório dos órgãos e instituições com os respectivos controles contra exposição à fraude e corrupção, foi apresentado na reunião para que o Neto realizasse, como conselheiro, possíveis apontamentos nas questões mais relevantes e prioritárias em relação ao mundo do trabalho.

“O TCU oferece dados que permitem a formação de críticas e interpretações construtivas para a nação. É uma honra fazer parte de um grupo que representa de forma tão qualificada a sociedade”, disse.

A próxima reunião do Conselho está marcada para o mês de setembro.

Be Sociable, Share!