oab

Taxistas fazem petição para proibir serviços do Uber em Fortaleza

Taxistas consideram serviço do Uber ilegal e pedem liminar contra o app. Empresa afirma que Justiça já negou petições similares em outros estados

O Sindicato dos Taxistas de Fortaleza protocolou na tarde desta quarta-feira (1º) ação de tutela com pedido de liminar para barrar, em caráter liminar, os serviços do Uber em Fortaleza, aplicativo de transporte de passageiro remunerado. Segundo o presidente interino do sindicato, Pedro Álvares, o serviço é ilegal e reduziu a demanda de serviços dos táxis regulamentados em Fortaleza. A petição foi registrada no Tribunal de Justiça do Ceará.

“A ação é para suspender os serviços do Uber por meio de um mandado de segurança. Os motoristas podem se credenciar como taxistas regulamentados, mas a atividade de condução de passageiros via Uber não é permitida na nossa legislação”, defende Alves.

A empresa afirma que atua no Brasil conforme a legislação, e a Justiça já negou petições similares em outros estados.

Chegada a Fortaleza
O Uber oferta serviços em Fortaleza desde 29 de abril, sob protestos dos taxistas. A Prefeitura de Fortaleza afirmou que o serviço é ilegal e já fez apreensões de veículos conduzidos por motoristas cadastrados no Uber.

O G1 confirmou que pelo menos dois parceiros do Uber tiveram os veículos apreendidos, sendo um deles na noite de terça-feira, na Avenida Beira Mar. O motorista foi impedido de trafegar por taxistas, que alegaram que o serviço era ilegal.

A Etufor ressaltou que o serviço do Uber é irregular e que os carros são passíveis de multa e apreensão, conforme a lei N° 7163 de 30/06/1992, que proíbe o transporte remunerado de passageiros em veículo não autorizado pela Prefeitura de Fortaleza.

Fonte: G1

Compartilhe:

Leia mais
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende fortalecimento dos sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas (RS) começam a negociar acordos em novo cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra
carteira vazia contas a pagar salário mínimo
Salário mínimo no BR é menos da metade do valor necessário para garantir vida digna
reajuste salarial TI Paraná
Trabalhadores de TI do Paraná terão 5% de aumento salarial; veja pisos de cada função
assembleia feserp mg
Feserp-MG convoca sindicatos para assembleia de reformulação do estatuto
instrutor de yoga entra na cbo
Ufólogo, instrutor de yoga e outras 17 ocupações são incluídas na CBO