Sintap faz esclarecimento em resposta à mensagem do Fala Cidadão sobre Nota de Repúdio do sindicato

O Sintap responde Mensagem do Fala Cidadão e agradece os gestos de apoio da mídia e outros sobre a nota de repúdio à preferência do governo ao cargo do Indea, por perfil que foge à área afim e técnica, subestimando a capacidade de seus servidores

O Sintap vem novamente a público para reiterar que, enquanto perdurar a gestão atual essa entidade sindical permanecerá sim, sendo “todos nós”, porque “Somos Todos Nós” em cada um dos segmentos que representamos, seja nos setores administrativo, financeiro ou técnico, e tanto em nível fundamental e médio como o superior.

Também queremos esclarecer que, o fato de o Sintap mencionar que o cargo de Gerente Regional deva ser ocupado por um servidor público atuante no Indea, ou seja, concursado, logo, efetivo, mesmo citando a formação de nível superior, não desmerece o profissional de nível médio, muito menos o de nível fundamental.

Em verdade, este é o ponto que realmente está em contexto referente à Nota de Repúdio veiculada no site do sindicato e mídia em geral. No comunicado, o Sintap tão somente quis alertar que, devido ser um cargo não de carreira – o correto e justo – mas de confiança do governo, o qual pode indicar quem queira aleatoriamente, mas denota na maioria das vezes falta de critérios pertinentes ao órgão em suas indicações, face à escolha mais recente em questão, para a regional de Barra do Garças.

Portanto, não se trata de discriminação de níveis nem de pessoas, e sim da preocupação do risco que se impõe ao Indea e ao estado que é eminentemente agropecuário e exige a atuação de profissionais qualificados neste meio, inserir alguém totalmente fora do contexto da autarquia, comparado ao diferencial favorável de se escolher um servidor de carreira, que no caso do Indea inclusive, tem a maioria do nível médio já concluído o curso superior.

E tão longe de ser atitude discriminativa, a prova e o exemplo não muito distante se evidencia no apoio do Sintap aos servidores de carreira, tanto de nível médio como superior, que pleitearam cargos comissionados nos segmentos que ele representa. E sob esta vertente do conhecimento intelectivo, é fundamental ressaltar mais esta postura do Sintap, de incentivar sempre o servidor neste sentido, aliando essencialmente à técnica, pois é o que tende a ser ideal para se gerir qualquer pasta, não obstante a exceções.

Visão esta que é essência na gestão do Sintap, tanto que o sindicato pleiteia comodato do Centro de Treinamento do Indea, com o intuito de proporcionar aos servidores de nível médio a conquista do curso superior na área afim de seu segmento, não apenas por almejar um futuro melhor para seus representados, mas porque é notório e próprio de todo ser humano o anseio em crescer profissionalmente, e que agrega emocional e humanamente.

Sendo assim, a partir das oportunidades que o mundo oferece a cada um, quem almeja crescimento e persiste em busca dos ideais, só galga degraus justos rumo ao sucesso, e certamente atinge seus objetivos. Em suma, em meio a tantos princípios e independente do nível, em verdade o servidor é indiscutivelmente a prioridade para o Sintap no referido contexto, e optar por quem está fora deste em detrimento de quem é de carreira, isto sim é subestimar a capacidade humana do funcionário público que conhece o meio em que atua e que se mostra infinitamente mais experiente e conhecedor que um estranho ao segmento em questão.

Portanto, o uso de estratégias com discursos apelativos refuta a transparência e a consistência do real e justo, mascaradas em sutis intenções de desviar o foco da verdade, no que em todo momento foi “prioridade essencial” na abordagem de seu repúdio: a defesa do servidor público.

Por isso o Sintap reforça que o servidor será sempre essa “essência prioritária” contextualizada no sistema agrícola, agrário e pecuário do estado de Mato Grosso, e nunca deixará de ser a razão de ser desta entidade, que valoriza cada um de seus representados, nivelados sim igualitariamente pelo valor humano que se tem, buscando sempre passos maiores que levem a uma intelectualidade pautada em sabedoria.

“Onde há fé em Deus, Força de Vontade e União, o sucesso se faz presente.”

Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.”

“Sintap Somos Todos Nós”

Fonte: Sintap-MT

Compartilhe:

Leia mais
Chinelo - Antonio Neto e Cosme Nogueira fundação Fesmig
CSB, Sinab e CSPM celebram criação da Fesmig - Federação dos Servidores de Minas Gerais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)