Servidores Públicos de São João Batista (SC) protestam contra falta de reajuste salarial em frente à prefeitura

Sem resposta do governo, categoria aprovou o estado de greve em assembleia geral

 

 

Nesta terça-feira (25), os Servidores Públicos de São João Batista, município de Santa Catarina, promoveram ato em frente à prefeitura local para reivindicar reajuste salarial. O estado de greve da categoria foi aprovado durante assembleia geral do Sindicato dos Servidores Públicos de São João Batista.

Conforme explicou o presidente do sindicato filiado à CSB, Sebastião de Melo, “a paralisação saiu da sede do sindicato às 9h e foi até a praça central da cidade, em frente à prefeitura”. “Cantamos o hino nacional, permanecemos na praça da prefeitura até 12h30. Seguimos ao Fórum onde entregamos mais um ofício pedindo ajuda à juíza e retornamos à praça da prefeitura”, contou.

“Hoje, a defasagem no salário dos funcionários encontra-se na média de 16,65% até 2017. Nós estamos correndo através de ofícios, pedidos ao prefeito, reuniões para ver se conseguimos esse valor para nossos funcionários. Até o momento, não tivemos respostas [da prefeitura]”, completou o dirigente.

A direção do sindicato deliberou que, se caso não tiver retorno do governo, fará nova assembleia geral na próxima semana.

De acordo com o assessor da CSB Santa Catarina, Nicolau de Almeida Neto, a paralisação tem boa adesão. “Pararam 100% dos motoristas de transporte escolar, 90% do setor de saúde (só funciona atendimento de emergência) e parte dos garis e das merendeiras”, ressaltou.

“Nós vamos sentar com a direção para planejar os próximos passos da campanha salarial porque na negociação a reivindicação dos trabalhadores foi reposição de 23,5% e a proposta do prefeito foi não, não e não, alegando que não tem dinheiro para pagar”, explicou o assessor.

Compartilhe:

Leia mais
STF reverte reforma previdência para servidores
STF forma maioria para reverter pontos da Reforma da Previdência para servidores
Imagem CSB (28)
CSB NA 112ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO - OIT 2024
Sticmpel campanha salarial 2024-2025
Trabalhadores da Construção e Mobiliário de Pelotas iniciam campanha salarial 2024/2025
Apoio Financeiro a trabalhadores empresas calamidade RS
Governo abre cadastro para Apoio Financeiro a trabalhadores atingidos por calamidade no RS
home office trabalho híbrido estudo
Trabalho híbrido melhora satisfação no emprego e não afeta produtividade, diz estudo
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"