Servidores Públicos de Alagoas ocupam sede do Ministério da Saúde no estado

CSB atua em Brasília para que decisão judicial que garante aos trabalhadores direitos adquiridos em 2004 seja mantida

Desde o último dia 3 os servidores públicos do Ministério da Saúde, em Alagoas, ocupam o prédio do órgão em protesto pelo descumprimento de uma ação judicial de 2004 que garante aos trabalhadores o reparo de perdas salariais ocorridas em anos anteriores.

Segundo Jorgelson Veras, presidente do Sindicado dos Trabalhadores do Serviço Público Federal em Alagoas, há dois meses os funcionários deixaram de receber o benefício, que foi cortado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e acatado pela área de Recursos Humanos do Ministério da Saúde.

“Os trabalhadores estão desesperados com a situação. O TCU está passando por cima de uma decisão judicial. Se estávamos recebendo esse valor como benefício no salário, é porque ele foi conquistado dignamente. Justamente por passar por cima dos direitos dos trabalhadores é que ocupamos a sede do Ministério da Saúde, e só iremos sair daqui quando o benefício for reimplantado”, protestou Jorgelson Veras.

A CSB designou representantes em Brasília para auxiliar os trabalhadores nesta situação. Os dirigentes da Central já conseguiram que o Ministério reconheça a validade da decisão judicial e cobra das autoridades da Capital Federal a emissão de um documento que determine o imediato cumprimento dessa decisão.

“O apoio da CSB no caso é fundamental para que os servidores públicos do Ministério da Saúde em Alagoas tenham de volta seus direitos garantidos por lei”, explicou o presidente do sindicado da categoria no estado.

Os servidores que ocupam a sede do Ministério aguardam apenas a chegada do documento para saírem do prédio. “Só queremos a garantia dos direitos que já conquistamos para sairmos daqui tranquilos e em paz”, concluiu Jorgelson Veras.

Compartilhe:

Leia mais
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"
lula critica campos neto
Lula diz que Campos Neto tem lado político e trabalha para prejudicar o país
campos neto presidente bc
Procurador pede investigação sobre influência de bancos na definição dos juros pelo BC
Encontro CSB China
CSB promove encontros com entidades sindicais chinesas em SP e RJ; inscreva-se
CSB-RS conselho plano rio grande
Reconstrução do RS: CSB toma posse como membro do Conselho do Plano Rio Grande
distribuição extra fgts
Após acordo com centrais, governo fará distribuição extra do FGTS aos trabalhadores