AGORA-E-GREVE-scaled

Servidores de Pirapora fazem Ato de Protesto nesta quinta-feira à tarde – Greve marcada para o dia 15

Diante da ausência de representantes da Prefeitura Municipal na reunião com os servidores, realizada na última quarta-feira (31 de janeiro), para esclarecimentos de dúvidas acerca de propostas feitas na mesa de negociação, os professores resolveram protestar contra a falta de respeito e consideração da Secretaria de Educação. E decidiram realizar um ato de protesto e repúdio contra a administração municipal, nesta quinta-feira (primeiro de fevereiro), às 14h, em frente à Prefeitura Municipal de Pirapora.

Foi decido também pela greve, a partir do dia 15 de fevereiro.

“A Prefeitura frustrou a negociação já na primeira reunião da categoria. Se na primeira reunião para esclarecimentos de dúvidas com relação às propostas apresentadas pelos assessores da Prefeita, não apareceu ninguém para conversar com os professores, imagine com os outros servidores, da classe da Guarda Municipal, da Administração Geral e da Saúde? Se a Administração Municipal quiser realmente manter um canal de negociação, ela precisa apresentar provas concretas de que quer realmente resolver os problemas e atender as reivindicações da categoria”, afirmou a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Pirapora (SINDIPIRA), Ernaldina “Dina” Sousa Silva Rodrigues.

Fonte: Feserp-MG

Compartilhe:

Leia mais
discurso lula OIT
Em discurso na OIT, Lula destaca precarização e informalidade como desafios para justiça social
Antonio Neto CSB na OIT 12-06-24
Antonio Neto na OIT: Tecnologias disruptivas podem ser oportunidade para os trabalhadores
Centrais sindicais apresentam denúncia contra governo do Paraná à OIT
Centrais denunciam governo do Paraná na OIT por repressão de greve de professores
FGTS correção inflação decisão stf
Acordo entre centrais e AGU prevalece no STF: FGTS deverá ter correção mínima pela inflação
miguel torres discurso centrais sindicais oit
Centrais pedem fim do golpismo no Brasil em discurso dos trabalhadores na OIT
Luiz Marinho discursa na OIT 2024
Na OIT, Luiz Marinho defende sindicatos e taxação de grandes fortunas
vigilantes niterói ato 13 de junho
Vigilantes de Niterói convocam ato por mais segurança para mulheres da categoria
vinicolas-no-rs-tinham-200-pessoas-em-condicoes-analogas-a-escravidao
Auditores fiscais do Trabalho repudiam fala de dirigente da CNA sobre trabalho escravo
assembleia rodoviários pelotas 10-6-2024
Rodoviários de Pelotas começam a negociar acordos em cenário após enchentes
Comitiva da CSB com ministro Luiz Marinho na Conferência da OIT 2024
Em reunião do Brasil na OIT, empresário diz que Bolsa Família atrapalha mão de obra