Servidores da AMAC/Juiz de Fora voltam às ruas nesta quinta-feira, contra o Chamamento Público

Em novo dia de paralisação, os servidores da AMAC/JF (Associação Municipal de Apoio Comunitário de Juiz de Fora) realizam, nesta quinta-feira (8 de março), mais um ato de protesto contra o processo de Chamamento Público, com editais que estão desfigurando a assistência social no município. A manifestação começa às 10h, no Parque Halfeld (centro da cidade). As críticas são de que o processo, cheio de irregularidades, vem beneficiando uma entidade de Belo Horizonte, a ADRA/Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais Sudeste Brasileira, em detrimento de entidades tradicionais de Juiz de Fora – e não só a AMAC. Abrigo Santa Helena, Gedae, Grupo Semente e Instituto Dom Orione, entre outros, também estão sendo prejudicados. Na última manifestação, no último dia 22 de fevereiro (foto), os participantes pediram, além da revisão dos editais, a exoneração do secretário municipal de Desenvolvimento Social, Abraão Gerson Ribeiro. O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juiz de Fora (SINSERPU-JF) vai aproveitar a reunião do funcionalismo para fazer uma Assembleia específica para os servidores da AMAC. Na pauta, a ausência do reajuste dos salários pelo IPCA do ano passado, a transferência do pagamento, do último dia do mês para o quinto dia útil do mês subseqüente, e a forma desrespeitosa que a direção da AMAC e a Administração Municipal, prefeito Bruno Siqueira (MDB), vem tratando a categoria. Criada em 1985, pelo então prefeito Tarcísio Delgado, a AMAC/Juiz de Fora virou referência nacional e ganhou vários prêmios em razão dos programas desenvolvidos: “Pró-Idoso”, “Bom de Bola, Bom de Escola”, “Centro de Referência do Cidadão de Rua”, “Menina Artesã”, “Pequeno Jardineiro”, “Casa Abrigo”.

Fonte: FESERP/MG

Compartilhe:

Leia mais
reunião centrais rs e oit
Centrais e OIT discutem impacto das enchentes no mercado de trabalho do RS
plano erradicação trabalho escravo será atualizado
Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo será atualizado após 16 anos
podcast fetrarod
Fetrarod lança podcast para discutir temas de interesse dos rodoviários; assista aqui
Manifesto contra PL do estupro
Mulheres sindicalistas divulgam manifesto contra PL do Estupro (PL 1904/24)
Nota das centrais selic
Centrais pedem redução dos juros: "por desenvolvimento com justiça social"
lula critica campos neto
Lula diz que Campos Neto tem lado político e trabalha para prejudicar o país
campos neto presidente bc
Procurador pede investigação sobre influência de bancos na definição dos juros pelo BC
Encontro CSB China
CSB promove encontros com entidades sindicais chinesas em SP e RJ; inscreva-se
CSB-RS conselho plano rio grande
Reconstrução do RS: CSB toma posse como membro do Conselho do Plano Rio Grande
distribuição extra fgts
Após acordo com centrais, governo fará distribuição extra do FGTS aos trabalhadores